Compreendendo o processo de formacao das enfermeiras no campo da Saúde coletiva

Compreendendo o processo de formacao das enfermeiras no campo da Saúde coletiva

Título alternativo Understanding the process of formation of the nurses in the collective healt field: a study with teachers, students and professionals formed for four universities from São Paulo city
Autor Alexandre, Lourdes Bernadete dos Santos Pito Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Emergiu da minha dissertacao de mestrado e devido a minha atividade enquanto professora de Saúde Coletiva em um curso de graduacao ene Enfermagem a preocupacao sobre como era realizado o processo de formacao das enfermeiras no campo da Saúde Coletiva e sobre quais concepcoes, conceitos e praticas estavam embasadas essa formacao. Nesse caminho de construcao teorico-metodologico construi como sendo o objeto desse estudo o processo de formacao das enfermeiras na area de Saúde Coletiva e como essa tem influenciado a pratica dessas profissionais. O objetivo geral do estudo foi o de compreender o processo de formacao das enfermeiras no campo da Saúde Coletiva e nuclear cus convergencias e divergencias no campo da construcao do ensino de enfermagem de Saúde Coletiva, entre professoras, alunas e profissionais de Saúde formadas por diferentes universidades de São Paulo. referencial teorico de analise dessa pesquisa foi baseado nos conceitos de SANTOS (1994;2001;2002) de mudanca do paradigma. A metodologia utilizada foi a qualitativa. Para a apreensao dos depoimentos foram sorteadas e contatadas quatro universidades paulistanas, duas publicas E? duas privadas, e entrevistadas todas as professoras da area que se dispuseram a faze-lo, duas alunas do quarto ano de cada universidade sorteados aleatoriamente e duas enfermeiras que atualmente trabalham na area de Saúde coletiva e que fossem formadas pelas universidades pesquisadas. Os discursos foram organizados segundo a proposta de LEFEVRE et ai (2000) e analisados segundo MANGUENEAU (1993), quando buscou-se as heterogeneidades constitutivas entre os discursos dos sujeitos coletivos e a proposta da Saúde Coletiva e a do SUS/Vigilancia da Saúde. .A construcao das categorias analiticas foi ancorada nas categorias empiricas, que surgiram do trabalho de campo alem das que emanaram do referencial teorico. Revendo as convergencias e as divergencias entre as universidades, pode-se destacar que nas universidades publicas ha uma elevada manifestacao da busca da mudanca do status quo da educacao e da pratica de Saúde e do desenvolvimento da cidadania. Entretanto lia uma serie de problemas no ambito do mercado de trabalho e das instituicoes de ensino que as pressionam e estas acabam constituindo projetos pedagogicos muito belos, mas sem a devida concretizacao ou com alcance parcial. Enfim, a formacao da enfermeira no campo da Saúde Coletiva pretende gerar a emancipacao mas, so tem conseguido aproximacoes esporadicas desse objetivo. No todo, a pesquisa, tanto nas universidades publicas como nas privadas mostrou uma formacao para o exercicio da regulacao e nao da emancipacao
Palavra-chave Enfermagem
Prática Profissional
Saúde Pública
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 225 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 225 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19846

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta