Impacto da fisioterapia neonatal em recem-nascidos pre-termo com doenca pulmonar ds membranas hialinas em ventilacao pulmonar mecanica e pos-reposicao de surfactante exogeno

Impacto da fisioterapia neonatal em recem-nascidos pre-termo com doenca pulmonar ds membranas hialinas em ventilacao pulmonar mecanica e pos-reposicao de surfactante exogeno

Título alternativo Impact of neonatal physiotherapy in pre-term newborns with respiratory distress syndrome
Autor Abreu, Luiz Carlos de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A Doenca das Membranas Hialina e o disturbio respiratorio mais frequente nos recem-nascidos pre-termos e, apesar dos avancos preventivos e terapeuticos, continua sendo uma das grandes causas de insufiCiência respiratoria nestes recem-nascidos, apontada como uma causa importante de mortalidade neonatal e responsavel por grande numero de recem-nascidos que evoluem com doenca pulmonar cronica. A causa primaria e a defiCiência do surfactante pulmonar, levando ao acumulo de material proteico na superficie dos alveolos e consequente edema e atelectasias alveolares. O surfactante pulmonar tem a funcao de diminuir a tensao superficial nos alveolos, impedindo seu colabamento e aumentando a complacencia pulmonar. O advento das modernas unidades de terapia intensivas neonatais levou a um grande impacto na diminuicao da mortalidade dos recem-nascidos pre-termos com doenca pulmonar das membranas hialinas, a qual deveu-se a incorporacao, a partir da decada de 80, da terapia de reposicao do surfactante pulmonar na assistencia neonatal. Objetivo: Foi objetivo avaliar o impacto da fisioterapia neonatal em recem-nascidos pre-termos em ventilacao mecanica e pos-reposicao de surfactante exogeno. Casuistica e Metodo: Realizaram-se estudos prospectivos, abrangendo o periodo de agosto de 2000 a junho de 2003, no Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros. Estatistica: para analise dos resultados foram utilizados testes nao parametricos, levando-se em conta a natureza das distribuicoes dos valores ou a variabilidade das medidas efetuadas. Para comparar os valores iniciais com os finais das 07 variaveis envolvidas, foi inicialmente realizada uma analise descritiva, para cada variavel, que consistiu de medidas resumo. Para verificar se os valores medios antes e depois da fisioterapia sao estatisticamente diferentes foram feitos testes-t pareados (um para cada variavel). O estudo constituiu de 44 recem-nascidos intubados e ventilados mecanicamente. Ainda, para comparar as variaveis FC, FR, PAD, PAM, PAS, SP02 e TC no primeiro e no ultimo dia de intubacao e tambem antes e apos das sessoes clinicas de fisioterapia neonatal nas 3 sessoes diarias, foram feitas analises de variancia com medidas repetidas para cada uma dessas variaveis. Para verificar qual o padrao das diferencas encontradas foram feitas comparacoes multiplas de Bonferroni. Conclusao: Concluiu-se que a fisioterapia neonatal exerceu um impacto positivo nos recem-nascidos pre-termos com doenca pulmonar das membranas hialinas, bem como contribui para a estabilidade hemodinamica dos recem-nascidos pre-termos com DPMH pos-reposicao de surfactante exogeno e, ainda, apos os procedimentos intervencionistas, as variaveis FC, FR, PAS e PAD declinaram, mantendo-se assim, ao longo das tres sessoes clinicas de fisioterapia neonatal ao longo do dia
Palavra-chave Fisioterapia
Surfactantes Pulmonares
Prematuro
Recém-Nascido
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 240 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 240 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19845

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta