Análise morfofuncional testicular, com ênfase na avaliação do processo espermatogênico normal e anormal

Análise morfofuncional testicular, com ênfase na avaliação do processo espermatogênico normal e anormal

Título alternativo Testicular morphofunctional analysis emphasizing the evaluation on the normal and abnormal spermatogenetic process
Autor Miraglia, Sandra Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A espermatogenese e um complexo e elaborado processo, cuja regulacao envolve um intrincado conjunto de acoes endocrinas, paracrinas e autocrinas alem de interacao entre as celulas da linhagem germinativa e as celulas somaticas do testiculo (celulas de Sertoli, celulas de Leydig, celulas peritubulares e macrofagos, etc.). A crescente ocorrencia de casos de infertilidade e o conhecimento da morfologia e da organizacao das celulas no interior do epitelio seminifero, bem como dos processos envolvidos no seu desenvolvimento e na sua manutencao, constituem um importante capitulo nas investigacoes sobre Biologia da Reproducao e do Desenvolvimento. Alem disto, tem sido referido que quarenta por cento dos casos de infertilidade sao de origem masculina. Os motivos envolvidos nestes casos sao inumeros e conduzem, basicamente, ao estabelecimento de alteracoes do epitelio seminifero, em diversos graus, que podem resultar em anormalidades qualitativas e quantitativas de espermatozoides no semen e conduzir a infertilidade e a esterilidade. Dentre os casos de esterilidade, podem incluir-se aqueles relativos a falencia testicular primaria, ocorrida em virtude de uma variedade de fatores de ordem genetica, ambiental, idiopatica etc. Neste texto, apresenta-se uma avaliacao do processo espermatogenico, em situacoes de normalidade e de anormalidade, utilizando-se, como modelo animal, na maioria dos experimentos, o rato albino, preferencialmente na fase pre-pubere. Sao apresentadas, numa primeira etapa, algumas consideracoes sobre a morfologia normal do epitelio seminifero, com enfase na sua organizacao e arquitetura durante a ocorrencia dos estagios do ciclo, que fazem parte do processo espermatogenico, e enfatizando-se o relevante papel desempenhado pelas celulas somaticas testiculares, principalmente as celulas de Sertoli. Numa segunda etapa, sao discutidas as respostas morfofuncionais testiculares a curto, medio e longo prazo, com enfase no epitelio seminifero, em varias situacoes potencialmente adversas para a reproducao, tais como a exposicao a agentes exogenos de natureza quimica (antineoplasicos, cimetidina) ou fisica (hipertermia, irradiacoes ionizantes), assim como na varicocele e na isquemia por torcao do cordao espermatico, com subsequente reperfusao. A relacao entre a resposta diferenciada do epitelio seminifero e a idade em que o animal e submetido ao agente deleterio potencial e intensamente discutida pois apresenta fundamental importancia para a interpretacao dos resultadosa(au)
Palavra-chave Espermatogênese
Testículo
Células de Sertoli
Amifostina
Radiação Ionizante
Resistência Neoplásica a Drogas
Spermatogenesis
Testis
Sertoli Cells
Amifostine
Radiation, Ionizing
Drug Resistance, Neoplasm
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 284 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 284 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Texto
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19839

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta