Correlacao entre dose de morfina subaracnoidea e sua concentracao no liquor com efeitos colaterais em rato

Correlacao entre dose de morfina subaracnoidea e sua concentracao no liquor com efeitos colaterais em rato

Título alternativo Correlation between morphine subarachnoid dose and its concentration in cerebrospinal fluid with side effects in rat
Autor Silva, Neuzimar de Souza Freire Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Verificar se ha dose analgesica de morfina subaracnoidea sem efeitc colateral. Metodo: Foram estudados cinco grupos de sete ratos, 24 h apos colocacao de cateter subaracnoideo via cisterna magna sob anestesia com ketamina e xilazina IM. 0 G1 recebeu 10 pi de solucao salina; os grupos G2, G3, G4 e G5 receberam respectivamente 0.1; 0,3; 0,5 e 1,0 g de morfina em 10 l. Os animais foram submetidos ao teste de imersao da cauda em agua quente no TO (antes da injecac subaracnoidea), e 15, 30, 60, 120 e 180 min apos injecao da solucao. Foram coletada: amostras de liquor para analise nesses tempos. Foi obtida uma amostra de sangue arterial de um rato de cada grupo para gasometria. Resultados: Foi observada analgesia em T15 no G2; em Tio, T6o e T12o no G3; em Tis, Tio e T12o no G4; em T15 Tio, Tso, T12o e T1ao no G5. No G1 houve perda da forca das patas em 4 animais Agitacao ocorreu em T15 no G2 e em T1s e Tso no G3. Tremor mandibular fo observado em Ts, T1s, Tio e T6o no G2; em Ts e T1s no G3; e em Ts no G4 e no G5. Prurido foi observado em T5, T15, Tso e T6o no G2; em T5, T15, Tio, T6o e T12o no G3. no G4 e no G5. Ausencia de diurese ocorreu em T6o no G2; em T15, Tso e T6o no G3; em Tso e T12o no G4; e em Tio e T6o no G5. Sedacao ocorreu em T15, Tio e T6o nos G2, G3 e G4; e em T15, Tao, T6o e T12o no G5. Alteracao respiratoria foi observada em T15, Tio, T6o no G2 e no G3; em T15 e Tso no G4 e no G5. As concentracoes medias de morfina no liquor no G2 variaram de 72,84 a 1,13pg; no G3 de 114,26 a 5,68pg; no G4 de 151,18 a 13,62pg; no G5 de 561,37 a 18,61 pg. Conclusoes: Neste estudo todas as doses de morfina subaracnoideas administradas provocaram efeitos colaterais; nao houve correlacao entre concentracao de morfina no liquor e efeitos colaterais; e doses menores que 1 4g provocaram analgesia de curta duracao
Palavra-chave Morfina
Ratos Wistar
Cisterna Magna
Espaço Subaracnóideo
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 59 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 59 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19836

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta