Contribuição para o conhecimento da epidemiologia e da prevenção das infecções relacionadas a assistência a Saúde em unidades de terapia intensiva

Contribuição para o conhecimento da epidemiologia e da prevenção das infecções relacionadas a assistência a Saúde em unidades de terapia intensiva

Título alternativo Contribuition for the knowledge of the epidemiology and infection prevention related to the health care assistance in intensive care units
Autor Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A infeccao relacionada a assistencia a Saúde (IRAS) e importante causa de morbidade e de aumento dos custos de hospitalizacao. Entretanto poucos estudos tem avaliado o impacto dessas infeccoes na morbidade dos pacientes internados em unidades de terapia intensiva, principalmente quando causadas por bacterias multirresistentes. Objetivos: 1. Avaliar o impacto das infeccoes relacionadas a assistencia a Saúde em pacientes internados em unidades de terapia intensiva (UTIs) na mortalidade, no tempo de internacao e nos custos hospitalares; 2. Analisar o efeito da aplicacao de medidas de prevencao e controle de infeccoes na evolucao de pacientes internados em UTIs. Material e Metodos: Analisamos 12 estudos que envolveram pacientes com IRAS, internados principalmente em unidades de terapia intensiva, em dois hospitais universitarios da cidade de São Paulo (Hospital São Paulo da Universidade Federal de São Paulo e o Instituto Central do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo) durante o periodo de 01 de janeiro de 1991 a 31 de julho de 2001. Os seguintes desenhos de estudo foram utilizados: tipo coorte historica pareada (dois), coorte historica nao pareada (dois), coorte concorrente (cinco), estudo tipo caso-controle (um) e estudos longitudinais com avaliacao pre e pos-intervencao (tres). Os pacientes envolvidos nos estudos foram identificados por meio de vigilancias epidemiologica e microbiologica ativas. Para o diagnostico das infeccoes foi utilizado os criterios do sistema National Nosocomial Infection Surveillance - Centers for Diseases Control and Prevention (NNIS-CDC). Informacoes clinicas, epidemiologicas e laboratoriais foram tambem coletadas a partir dos dados de evolucao e prescricao medica, anotacoes de enfermagem e de relatorios de exames complementares. Todos os estudos foram aprovados pela Comissao de Etica de cada hospital. Resultados e Conclusoes: Os pacientes que desenvolveram IRAS em UTIs de adultos apresentaram alta mortalidade: 1441320 (45 por cento) nos pacientes que desenvolveram infeccoes por P. aeruginosa e 631119 (52,9 por cento) quando as cepas foram multirresistentes; 10129 (34,5 por cento) nas infeccoes por K. pneumoniae; 39185 (46 por cento) nos pacientes com infeccoes da corrente sanguinea por A. baumannii; 40171 (56,3 por cento) naqueles com infeccao da corrente sanguinea por S. aureus; 15150 (30 por cento) em meningites pos-neurocirurgias (craniotomias). Em unidades pediatricas, a mortalidade global foi a seguinte: 6126 (23,1 por cento) em neonatos com infeccao por K. pneumoniae e 28199 (28,3 por cento) em criancas internadas em UTI pediatrica. Em dois estudos foi possivel analisar os fatores de risco independentes relacionados com a mortalidade: 1. Infeccoes por P. aeruginosa: bacteremia secundaria (RR=6,77; IC95oo=1,90-24,14); uso terapeutico de polimixina B (RR=3,15; IC95oo=1,17-8,49) e internacao em UTI (RR=15,73; IC95 por cento=4,50-54,97); 2. Infeccoes da corrente sanguinea por A. baumannii: pontuacao de APACHE II maior ou igual a 15 (RR=11,32; IC95 por cento=3,02-43,33) e a instituicao de terapia antimicrobiana inadequada (RR=13,02; IC95oo=3,65-47,38). Em tres estudos foi possivel avaliar o impacto das IRAS no tempo extra de hospitalizacao, incluindo o tempo de permanencia na UTIa(au)
Palavra-chave Infecção hospitalar/prevenção & controle
Unidades de terapia intensiva
Farmacorresistência bacteriana
Custos hospitalares
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 150 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 150 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de livre-docência
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19823

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta