Estudo da fusao de vacuolos parasitoforos de Salmonella typhimurium e Coxiella burnetii em celulas VERO duplamente infectadas

Estudo da fusao de vacuolos parasitoforos de Salmonella typhimurium e Coxiella burnetii em celulas VERO duplamente infectadas

Título alternativo Study of fusion between parasitophorus vacuoles of C. burnetii and S. typhimurium in doubly indected VERO cells
Autor Lima, Rogerio Jesse Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Fagocitose e o mecanismo de inGestão de particulas pelas celulas, formando vesiculas ou vacuolos denominados fagossomos. Esses fagossomos interagem com componentes da via endocitica da celula hospedeira, alterando sua composicao, ate que por fim, se fundem a lisosomas. Na forma de vacuolos parasitoforos, os fagossomos abrigam patogenos que alteram as caracteristicas desse vacuolos a fim de escapar aos mecanismos de degradacao disponiveis a celula hospedeira. Coxiella burnefi, bacteria Gram-negativa, intracelular obrigatoria, sobrevive e se multiplica em grandes vacuolos acidificados, altamente fusigenicos, com caracteristicas semelhantes a fagolisossomos, enquanto que a enterobacteria tambem Gram-negativa Salmonella enterica sorotipo Typhimurium (S. typhimurium), intracelular facultativa, habita um vacuolo de caracteristicas fenotipicas unicas, que diverge a via edocitica `normal' e retarda a degradacao lisossomica. Celulas duplamente infectadas por diferentes patogenos, servem de modelo util para a determinacao do papel desempenhado por cada parte no decurso de uma infeccao -os dois patogenos e a celula hospedeira. Visando analisar as caracteristicas fusigenicas dos vacuolos parasitoforos dessas duas bacterias, e as relacoes cooperativas ou antagonicas entre eles, celulas VERO foram infectadas por C. burnefi, superinfectadas 48 horas depois por S. typhimurium e observadas por 12 horas. S. typhimurium em culturas de celulas duplamente infectadas, produziram maior numero de colonias em todos os testes realizados do que os controles monoinfectados. Para verificar a distribuicao intracelular das Salmonelas na dupla infeccao, foi usado anticorpo monoclonal de coelho para antigeno O, e as bacterias diretamente observadas ao microscopio de fluorescencia, e microscopia confocal. A fusao entre os vacuolos parasitoforos ocorreu na maior parte das celulas duplamente infectadas, e parece ter sido continua durante o decurso dos experimentos. Todavia, o percentual de Salmonelas em co-localizacao vacuolar nao ultrapassou 25 por cento do total de bacterias nessas celulas. Os dados obtidos, indicaram proliferacao mais rapida de Salmonelas nos ensaios de dupla infeccao, tanto nas celulas mono quanto nas duplamente infectadas. O sobrenadante de celulas infectadas por C. burnetii nao alterou o padrao de infeccao em culturas monoinfectadas por S. typhimurium, sugerindo nao haver um fator soluvel secretado ao meio que estivesse favorecendo a multiplicacao das Salmonelas...(au)
Palavra-chave SALMONELLA TYPHIMUTIUM
Coxiella burnetii
Fagocitose
Vacúolos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 51 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19819

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta