Cell mediated immune response in canine antirabies vaccination

Cell mediated immune response in canine antirabies vaccination

Título alternativo Resposta imune celular na vacinação anti-rábica canina
Autor Timenetsky, Jorge Autor UNIFESP Google Scholar
Chamelet, Esther Luiza Bocato Google Scholar
Mendes, Nelson Figueiredo Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Octavio Augusto de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Instituto Pasteur
Resumo The Authors studied the cell mediated immunity (CMI) and humoral antibody levels raised in response to canine antirabies vaccination and revaccination. The vaccine used was the FUENZALIDA & PALACIOS which is routinelly utilized in human and canine vaccination in Brazil. The evaluation of CMI was done by inhibition of peripheral leukocyte migration and antibody levels were measured by serum neutralization and complement fixation tests. Five dogs were used and each animal received one daily dose of 1 ml of the vaccine for five days and one booster 210 days after the initial schedule. All animals showed moderate antibody levels after the initial immunization and a clear secondary immune response following the booster dose. Cell mediated immune response however occurred only following the initial immunization and could not be detected after the booster dose. The Authors concluded that CMI occurred in canine antirabies primo-vaccination under the experimental conditions employed and that although a secondary cell mediated immune response was not detected in this study its existence cannot be rulled out but remains to be studied by means of other immunization experiments.

Os Autores estudaram a resposta imune celular e os níveis de anticorpos na vacinação e re-vacinação canina. A vacina utilizada foi a Fuenzalida & Palacios, empregada rotineiramente na imunização humana e canina, no Brasil. A avaliação da resposta mediada por células foi feita por testes de inibição de migração de leucócitos periféricos. Os níveis de anticorpos foram determinados por provas de soro-neutralização e fixação do complemento. Os cinco cães envolvidos no experimento receberam um esquema inicial de 5 doses e uma dose de reforço 210 dias após. Todos os animais exibiram níveis moderados de anticorpos após o esquema inicial e uma nítida resposta secundária após o reforço. A resposta imune celular, contudo, ocorreu apenas após a imunização inicial, não sendo detectada em resposta à dose de reforço. Concluem os Autores que a resposta imune celular ocorre na primo-vacinação anti-rábica canina nas condições experimentais empregadas e que embora a resposta secundária não tenha sido obtida neste estudo sua existência não pode ser descartada e deve ser reestudada em outras condições.
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 1985-02-01
Publicado em TIMENETSKY, Jorge et al . Cell mediated immune response in canine antirabies vaccination. Rev. Inst. Med. trop. S. Paulo, São Paulo , v. 27, n. 1, p. 1-5, fev. 1985
ISSN 0036-4665 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Instituto de Medicina Tropical
Extensão 1-5
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0036-46651985000100001
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:A1985ADL3300001
SciELO S0036-46651985000100001 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/198

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0036-46651985000100001.pdf
Tamanho: 372.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta