Avaliação da qualidade de estudos clínicos controlados através do uso comparativo dos métodos de avaliação

Avaliação da qualidade de estudos clínicos controlados através do uso comparativo dos métodos de avaliação

Título alternativo Assessing the quality report of randomized clinical trials using differents assessment methods: de Maastricht, the Jadad, the Delphi and the Cochrane colaboration approach
Autor Silva Filho, Carlos Rodrigues da Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Atallah, Álvaro Nagib Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A validade de uma revisao sistematica e metanalise depende da qualidade do planejamento, realizacao e publicacao dos estudos primarios. Considerando-se a grande variacao existente entre os estudos clinicos randomizados e controlados (ECRC), e importante que se aplique um sistema de avaliacao de qualidade, para que se tenha informacoes sobre a validade do resultado encontrado e da conclusao. Objetivos: O objetivo deste estudo foi analisar se diferentes instrumentos de avaliacao de qualidade, aplicados a um grupo de ECRC, se correlacionam e, se determinam a mesma ordenacao de qualidade destes estudos. Pretendeu-se tambem, testar se a definicao de um escore minimo de qualidade tem impacto na magnitude e/ou direcao do efeito medido na analise. Desenho: Estudo observacional e analitico. Metodo: Foram identificados 38 ECRC sobre a terapeutica da hepatite cronica pelo virus B, com Interferon Alfa, nos principais bancos de dados eletronicos. Aplicou-se aos ECRC os metodos de avaliacao de qualidade de estudos clinicos: Maastricht (M), Delphi (D) e Jadad (J). Duas epidemiologistas clinicas (EC) aplicaram, aos mesmos estudos, o sistema sugerido pela Colaboracao Cochrane, o qual foi assumido como padrao ouro de comparacao. Foi realizado teste de Correlacao de Spearman para se comparar resultados definidos pelos tres instrumentos. O teste de Kappa (K) foi realizado para se avaliar a concordancia entre os revisores, na aplicacao dos instrumentos. Utilizou-se o teste de Kappa Ponderado para se comparar o ordenamento de qualidade determinado pelos instrumentos. Foi realizada metanalise, considerando como desfecho o clareamento do HBV-DNA e HbeAg. Comparou-se os resultados, quando todos os estudos foram incluidos e, quando apenas os considerados melhores o foram, examinando-se o impacto na magnitude e direcao do efeito. Resultados: Em geral, os ECRC foram considerados de regular e baixa qualidade. A concordancia avaliada pelo teste de Kappa, entre os revisores dependeu do instrumento aplicado, situando-se entre pequena e regular (D=0.12; J=0.29 e M=0.33), sendo moderada (0,53) entre as EC. A correlacao entre os instrumentos foi moderada e homogenea (DIJ=0,51; DIM=0,53 e JIM=0,52). Quando todos os artigos identificados foram incluidos na metanalise, (desfecho negativacao do HBV-DNA), obteve-se RR = 0,71; IC 95 por cento: 0,660,77 e, RR = 0,67, 95 por cento: 0,58-0,79, quando so os melhores foram incluidos. Para o desfecho clareamento do HbeAg, os resultados foram respectivamente RR = 0,85; IC 95 por cento: 0,80-0,90 e, RR = 0,85; IC 95 por cento:0,77-0,93. Conclusoes: A concordancia entre os revisores na aplicacao dos Metodos Delphi, Jadad e Maastricht, na identificacao dea(au)
Palavra-chave Ensaios clínicos controlados aleatórios como assunto
Garantia da qualidade dos cuidados de saúde
Questionários
Avaliação de resultados (Cuidados de saúde)
Gestão da qualidade
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 74 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 74 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19791

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta