Avaliacao da soroprevalencia de herpesvirus humano 8 (HHV-8, virus associado ao sarcoma de Kaposi) em doadores e receptores de transplante renal

Avaliacao da soroprevalencia de herpesvirus humano 8 (HHV-8, virus associado ao sarcoma de Kaposi) em doadores e receptores de transplante renal

Título alternativo Human herpesvirus type 8 (HHV-8, Kaposi's sarcoma-associated herpesvirus) seroprevalence among kidney transplant donors and receptors
Autor Gomes, Pollyane Sousa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Herpesvirus humano 8 (HHV-8) ou herpesvirus associado ao sarcoma de Kaposi (KSHV) foi recentemente identificado e tem sido implicado na etiologia do sarcoma de Kaposi. Em areas nao endemicas, a maior soroprevalencia do HHV-8 entre grupos de risco para doencas sexualmente transmissiveis, particularmente homens que fazem sexo com homem, sugere um modo de transmissao sexual do virus. Em areas endemicas, como paises da Africa e do Mediterraneo, existem evidencias de um modo nao sexual de transmissao do HHV-8. Os objetivos deste estudo sao avaliar a soroprevalencia da infeccao pelo HHV-8 em doadores e receptores antes do transplante renal, investigar os possiveis fatores de risco associados a soropositividade pelo HHV-8 nesta populacao estudada e comparar tres metodos sorologicos (imunofluorescencia indireta para detectar anticorpos contra antigenos nuclear latente [LANA], imunofluorescencia indireta para detectar anticorpos contra antigenos da fase litica [LITICO] e tecnica imunoenzimatica para detectar anticorpos contra antigeno recombinante do capsideo virai-ORF 65 [ELISA-LITICO]) para a deteccao de anticorpos anti HHV-8. 0 estudo foi realizado no Hospital do Rim e Hipertensao da Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina. Este hospital realiza uma media de um transplante renal por dia, sendo atualmente o maior centro mundial em numero de transplantes realizados. Em 70 por cento dos casos, o transplante ocorre com doador vivo relacionado. A infeccao pelo HHV-8 foi definida pela positividade por qualquer um dos testes sorologicos utilizados. Entre 25 de abril de 2001 a 12 de dezembro de 2001 foram realizados 325 transplantes renais em nossa instituicao. Os primeiros 200 receptores de transplante renal os quais apresentavam soro disponivel para deteccao de anticorpos de seus respectivos doadores foram incluidos em nossa analise. Quarenta e oito (12 por cento) das quatrocentas amostras estudadas reagiram apelo menos um dos metodos sorologicos utilizados. A soroprevalencia da infeccao pelo HHV-8 nos pacientes doadores de transplante renal foi de 9,5 por cento e entre os receptores foi de 14,5 por cento. Pela analise univariada, nenhum dos fatores de risco analisado foi associado com soropositividade entre receptores de transplante (modalidade de dialises, uso de drogas ilicitas, doencas sexualmente transmissiveis, hepatites B e C, transfusoes sanguineas previas) apesar de existir uma tendencia para uma maior prevalencia em receptores idosos. 0 metodo sorologico isolado que apresentou melhor desempenho para o diagnostico de infeccao pelo HHV-8 foi o IFA-LITICO, identificando 83,34 por cento das amostras soropositivas ao HHV-8. Considerando-se dois testes diagnosticos, a combinacao IFA-LITICO e ELISA-LITICO foi a de melhor desempenho, identificando 100 por cento das amostras soropositivas
Palavra-chave Infecções por Herpesviridae/etiologia
Estudos Soroepidemiológicos
Transplante de Rim
Doadores de Tecidos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 111 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19749

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta