Valor da colongiopancreatografia por ressonancia magnetica no diagnostico de lesoes das vias biliares em pacientes com suspeita de complicacoes pos-colescistectomia

Valor da colongiopancreatografia por ressonancia magnetica no diagnostico de lesoes das vias biliares em pacientes com suspeita de complicacoes pos-colescistectomia

Título alternativo Value of magnetic resonance cholangiography in the diagnosis of biliary lesions in patients with complication suspect after cholecistectomy
Autor Cecin, Alexandre Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: determinar o valor da colangiopancreatografia por ressonancia magnetica no diagnostico das lesoes das vias biliares em pacientes com suspeita clinica de complicacoes pos-colecistectomia. Metodo: analisou-se, retrospectivamente, 40 colangiopancreatografias por ressonancia magnetica de pacientes com suspeita clinica de complicacao pos-colecistectomia convencional ou videolaparoscopica. Oito deles apresentavam derivacao biliodigestiva concomitante. Os exames foram realizados em aparelhos de alto campo magnetico, incluindo sequencias HASTE e FSE coronal com cortes de 5 mm e 40 mm. Todos os pacientes eram sintomaticos (ictericia, febre, perda de peso e dor abdominal). As imagens foram avaliadas, de forma independente, por 2 radiologistas com grande experiencia em abdome. Quando havia discordancia de opiniao, o diagnostico final foi estabelecido por consenso. Os resultados foram confirmados por cirurgia posterior, drenagem percutanea, cola ngiopancreatografia retrograda endoscopica e seguimento clinico. O nivel e a severidade das lesoes foram classificados segundo Bismuth. Resultados: dos 40 pacientes sintomaticos, 10 nao apresentaram alteracoes pela colangiopancreatografia por ressonancia magnetica. As complicacoes foram identificadas em 29 (72,5 por cento) pacientes, e destes, 8 tinham mais de uma lesao. Nesta amostra, 1 paciente apresentou uma massa na cabeca pancreatica. A complicacao mais prevalente foi a colangite esclerosante (41,4 por cento), seguida por estenose das vias biliares (34,5 por cento), calculos residuais ou recorrentes (31 por cento) e colecoes (20,7 por cento). As imagens oferecidas pelo metodo foram consideradas de boa qualidade. Conclusao: a colangiopancreatografia por ressonancia magnetica e um metodo eficiente na avaliacao de pacientes com suspeita clinica de lesao das vias biliares pos colecistectomia
Palavra-chave COLESCISTECTOMIA
Ductos Biliares
Imagem por Ressonância Magnética
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 39 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 39 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19729

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta