Analise do comportamento da capacidade inspiratoria nos testes de caminhada dos seis minutos e do degrau em pacientes com doena pulmonar obstrutiva cronica

Analise do comportamento da capacidade inspiratoria nos testes de caminhada dos seis minutos e do degrau em pacientes com doena pulmonar obstrutiva cronica

Título alternativo Analysis of dynamic hyperinflation trends in two functional tests in chronic obstructive pulmonary disease patients: six-minutes test(6WT) and stair climbing test(SC)
Autor Nogueira, Fabiana Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Pacientes com DPOC apresentam importante limitacao ao exercicio, sendo a dispneia o principal sintoma. Existe uma fraca associacao entre VEF, e dispneia. Parametros determinados a partir de mudancas que ocorrem no volume pulmonar poderiam contribuir para explicar a limitacao ventilatoria apresentada por estes pacientes. Muitos estudos vem sendo realizados com o objetivo de comprovar a importancia da variacao dai capacidade residual funcional (hiperinsuflacao pulmonar dinamica) nos desenvolvimento da dispneia durante o exercicio. Objetivo: Comparar as mudancas ocorridas na medida da capacidade) inspiratoria (CI) nos testes da caminhada de seis minutos e do degrau Material e Metodos: Dezoito 18 pacientes com DPOC moderada ou grave) (GOLD) realizaram, randomicamente, um teste de caminhada de 6 minutos e do degrau, em 2 dias e foram medidos CI, escore de Borg para dispneia e cansaco em membros inferiores, FC, f, PA antes e apos cada teste. Resultados: Houve uma diminuicao da CI apos ambos os testes (OCI por cento _ 11,0 ± 6 por cento; ACI abs = 0,26 ± 0,16 L; ACI por centoprev = -10 ± 5,5 por cento; e ACI por centoCPT = -4,2 ± 2,4 por cento, para o teste da caminhada e ACI por cento = -11 ± 6 por cento; ACI abs = 0,26 ± 0,14 L; ACI por centoprev = -10 ± 4,9 por cento; e ACI por centoCPT = -4,2 ± 2,2 por cento, para o teste do degrau). Nao houve diferenca significante na variacao da CI entre os dois testes (p = 0,89). Conclusao: Analisando o poder do teste estatistico e admitindo um erro de 4,6 por cento, podemos afirmar que os dois testes sao iguais no que diz respeito a inducao de hiperinsuflacao pulmonar dinamica
Palavra-chave Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica
Caminhada
Teste de Esforço
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 71 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 71 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19682

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta