Demandas otorrinolaringologicas de pacientes ate 17 anos de idade atendidos pelo sistema unico de Saúde em tres municipios brasilieros

Demandas otorrinolaringologicas de pacientes ate 17 anos de idade atendidos pelo sistema unico de Saúde em tres municipios brasilieros

Título alternativo Demands od ENT's public health attendance(Sistema Unico de Saúde - SUS) in 17th. years old patients in three Brazilian's cities
Autor Cheng,T-Ping Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os dados sobre o atendimento otorrinolaringologico do SUS, de pacientes ate 17 anos de idade, sao escassos. Perante a legislacao eles ainda sao dependentes dos pais ou dos responsaveis legais. As condicoes salariais ruins dos pais tornam dificeis a realizacao exames complementares e tratamentos clinicos ou cirurgicos que nao estejam disponiveis na rede de Saúde publica. O tratamento inadequado do respirador oral, das otites e as rinossinusites agudas, e das disacusias, pode predispor quadros cronicos, ou sequelas, que serao ainda mais onerosos. A criacao de um banco de dados sobre as demandas otorrinolaringologicas no SUS podera fornecer informacoes que servirao para organizar estrategias de Saúde coletiva, otimizar os recursos financeiros ja existentes, e criar novas fontes de verbas junto ao governo, ou a iniciativa privada. Objetivos: Determinar nos pacientes ate 17 anos de idade, que procuraram atendimento otorrinolaringologico no SUS (Policlinica de Mariana, em Mariana - Minas Gerais, na Triagem da Otorrinolaringologia da UNIFESP - EPM na capital do Estado de São Paulo, e na sede do Consorcio Intermunicipal de Saúde da Microrregiao de Sete Lagoas, em Sete Lagoas - Minas Gerais): 1) Quais os principais diagnosticos otorrinolaringologicos; 2) Os exames complementares, os medicamentos, e as indicacoes cirurgicas mais frequentes; 3) O nivel salarial dos pais; 4) Comparar e analisar estatisticamente as tres localidades. Metodo: Coletar os diagnosticos, medicamentos, exames complementares, indicacoes cirurgicas, condicao empregaticia e nivel salarial dos pais, e numero de irmaos menores de 17 anos obtidos nas primeiras-consultas. Analisar as variaveis pelo Coeficiente V de Cramer e Analise de Variancia com valor fixo. Resultados: Ha diferencas estatisticamente significativas entre as localidades quanto as variaveis idade, media salarial dos pais empregados, numero de irmaos ate 17 anos, rinite, doencas otologicas, exames complementares solicitados, medicamentos prescritos, e indicacoes de cirurgias micro-otologicas. Conclusoes: O diagnostico mais encontrado nas tres localidades foi a respiracao oral. 0 exame complementar e a cirurgia mais indicadas foram a radiografia de cavum e a adenomigadalectomia. O nivel de desemprego, a baixa media salarial, e o numero de dependentes na familia, dificultam tratamentos que nao estejam disponiveis gratuitamente na rede publica de Saúde. E possivel o planejamento de acoes de Saúde semelhantes na area da Otorrinolaringologia nas tres localidades
Palavra-chave Otolaringologia
Diagnóstico
Otite
Rinite
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 77 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 77 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19648

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta