Estudo clinico do ginseng no tratamento da disfuncao eretil humana

Estudo clinico do ginseng no tratamento da disfuncao eretil humana

Título alternativo Clinical study of ginseng in treatment of human erectile dysfunction
Autor Andrade, Enrico Ferreira Martins de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O Ginseng Vermelho Coreano (GVC) ou Panax ginseng constitui-se um fitoterapico dos mais utilizadas na Medicina tradicional Chinesa. Atribuindo-lhe diversos efeitos, como: aumentar o fluxo sanguineo aos orgaos, estimular a resposta imunologica, melhorar a memoria e ter propriedades afrodisiacas. Demonstrou-se que o GVC provoca um aumento do oxido nitrico, induzindo o relaxamento do musculo liso do corpo cavernoso de coelhos, por ativacao do sistema L-argininaloxido nitrico. O tratamento com GVC potencializa a libido e a performance sexual nos ratos, por aumento do oxido nitrico no musculo liso do corpo cavernoso e tambem por ter acao no sistema nervoso central, onde diretamente provoca inibicao da secrecao de prolactina, aumentando assim a libido dos ratos. Deste modo vislumbrou-se o potencial uso, de tal raiz, no tratamento da disfuncao eretil (DE). O objetivo do estudo foi avaliar o beneficio do GVC na disfuncao eretil humana, pela analise da variacao do indice internacional de funcao eretil, nas questoes referentes ao dominio da disfuncao eretil (perguntas: 1, 2, 3, 4, 5 e 15 do IIEF-5). O grupo de 60 pacientes, foi dividido em dois grupos: o grupo G, com 30 pacientes, recebeu 3 g/dia de GVC, a idade variou de 26 a 70 anos (media de 52,6 anos); no grupo placebo, com 30 pacientes, a idade variou de 34 a 67 anos (media de 54,3 anos). A duracao do estudo foi de 12 semanas e o sistema utilizado foi o duplo-cego randomizado, com visitas a cada 4 semanas. O tempo de historia de disfuncao eretil, variou de 6 a 288 meses no grupo G (media de 42,3 meses) e no grupo P de 6 a 288 meses (media de 46,2 meses). A graduacao do dominio da funcao eretil do IIEF-5, variou de 13 a 23 pontos no grupo G (media de 16,4 pontos), e no grupo P a graduacao variou de 13 a 24 pontos (media de 16,9 pontos). Verificamos que, nas perguntas do IIEF-5, o grupo tratado com GVC, apresentou um aumento estatisticamente significativo (P<0,05), na pontuacao da funcao eretil, quando comparado ao grupo placebo. Assim concluimos que, o GVC se mostrou eficaz no tratamento dos pacientes portadores de disfuncao eretil de graus leve e moderada a leve, segundo os parametros estudados pelo Indice Internacional de Funcao Eretil
Palavra-chave Disfunção Erétil
Pênis
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 48 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 48 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19582

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta