Analise ultra-estrutural da regiao CA3 do hipocampo de ratas adultas castradasapos tratamento precoce e tardio com estrogenio e raloxifeno

Analise ultra-estrutural da regiao CA3 do hipocampo de ratas adultas castradasapos tratamento precoce e tardio com estrogenio e raloxifeno

Título alternativo Ultra-strutural analisy of the hippocamus CA3 region of ovariectomized adult rats after early and late treament with estrogen and raloxifene
Autor Tabata, Angela Senaga Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Propusemo-nos a avaliar, em ratas adultas castradas, os efeitos sobre o perfil e a densidade sinaptica do estrato radiado da regiao CA3 do hipocampo, pela terapeutica estrogenica e com raloxifeno. Estudamos 18 ratas adultas castradas, virgens, com 2-3 meses de idade. Foram divididas aleatoriamente em tres grupos precoces e tardios: Grupo I - estrogenios conjugados equinos precoces, na dose de 50 pg / animal / dia; Grupo II - estrogenios conjugados equinos tardio, na dose de 50gg / animal / dia; Grupo III - raloxifeno precoce, na dose de 1, 0 mg / animal / dia; Grupo IV - raloxifeno tardio, na dose de 1, Omg / animal/ dia. Grupo V controle precoce, propilenoglicol, na dose de 5ml / animal / dia; Grupo VI controle tardio, propilenoglicol, na dose de 5ml / animal / dia. As drogas foram administradas por via oral (gavagem) durante um periodo de trinta dias. O grupo precoce iniciou o tratamento, tres dias apos a ooforectomia e o grupo tardio iniciou o tratamento, sessenta dias apos a castracao. Ao final do tratamento, os animais foram perfundidos por via transcardiaca, sob anestesia com eter, com solucao salina e, posteriormente fixados. Os cerebros foram removidos e preparados para analise de microscopia eletronica de transmissao. O presente estudo constatou que ha diferenca estatisticamente significante entre os grupos controle precoce e tardio, portanto, podemos inferir que, com o passar do tempo ocorre diminuicao na densidade sinaptica. A analise de comparacao multipla permitiu-nos concluir que, o tratamento precoce com estrogenios conjugados equinos e raloxifeno promovem um aumento na densidade sinaptica, quando comparado com o grupo controle. O aumento na densidade sinaptica resultante da administracao precoce de estrogenios conjugados equinos (80 por cento) e maior que o aumento promovido pela administracao precoce de raloxifeno (26 por cento). Na analise de comparacao multipla entre os tratamentos tardios (estrogenios conjugados equinos e raloxifeno) com o grupo tardio, observamos que houve discreto aumento na densidade sinaptica, porem, nao significante. Entretanto, quando comparado com o grupo controle precoce, esta diferenca nao ocorre, portanto, podemos inferir que, o tratamento tardio nao melhora a densidade sinaptica, como ocorre com o tratamento precoce
Palavra-chave Hipocampo
Sinapses
Estrogênios
Raloxifeno
Idioma Português
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 70 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 70 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19577

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta