Aspectos histomorfometricos e histoquimicos dos orgaos genitais femininos de Meleagris gallopavo (Phasianidae - Galliformes

Aspectos histomorfometricos e histoquimicos dos orgaos genitais femininos de Meleagris gallopavo (Phasianidae - Galliformes

Título alternativo Histomorphometic and histochemistry aspects of the female genital organs of Meleagris gallopavo (Phasianidadde - Galliformes}
Autor Ribeiro, Maria das Gracas Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Visando contribuir para ampliar o conhecimento da biologia reprodutiva de perus Meleagris gallopavo, descreveu-se, nesta pesquisa, a morfologia, morfometria e histoquimica dos orgaos genitais femininos desta especies, utilizando tecnicas histologicas e metodos histoquimicos para observacao a microscopia de luz, e analises morfometricas dos foliculos ovarianos. O ovario e oviduto da perua adulta, e em fase reprodutiva, sao assimetricos, desenvolvidos apenas do lado esquerdo; estao situados no interior da cavidade celomatica e o oviduto se abre na cloaca, ventrolateralmente ao ureter esquerdo. Com aspecto irregular, o ovario apresenta foliculos em diferentes estadios de desenvolvimento, que se projetam de sua superficie, e cujo peso e volume aumentam significativamente a epoca da ovipostura. Histologicamente, o ovario e constituido pelas regioes medular, interna, ricamente vascularizada, e cortical, externa, onde se concentram os foliculos ovarianos, envoltos em tecido conjuntivo frouxo. Os foliculos sao conjuntos estruturais complexos, que envolvem o ovocito durante quase toda a sua existencia no interior do ovario. Foram caracterizados como foliculos primordiais, primarios I e li, secundarios e maduros ou pre-ovulatorios, conforme a fase de desenvolvimento do ovocito e das camadas que o envolvem, principalmente o epitelio folicular ou camada granulosa. A analise morfometrica dos foliculos permitiu estabelecer uma relacao entre o diametro do ovocito e a altura da camada granulosa, mostrando que o crescimento folicular nao e simetrico nem sincronico, e resulta da conjugacao de diferentes fatores. O oviduto e um tubo longo, flexuoso que se estende do ostio do infundibulo, proximo ao ovario, ate o urodeo. Encontra-se fixo ao teto da cavidade celomatica pelo ligamento dorsal e, no periodo reprodutivo, aumenta significativamente seu comprimento e diametro; apresenta superficie lisa e diferentes coloracoes In vivo, permitindo a identificacao de seus cinco segmentos: infundibulo, constituido de porcoes cranial (dilatada) e tubular; magno, o segmento mais longo e flexuoso; istmo, com caracteristicas intermediarias entre o magno e o utero; utero ou glandula da casca, o de maior diametro e vagina, segmento caudal, retroperitonial. Microscopicamente, a parede do oviduto e espessa, constituida pelas tunicas mucosa, muscular e serosa. A mucosa e pregueada, formada por epitelio de revestimento e lamina propria. As pregas da mucosa, presentes em toda a extensao do oviduto, sao predominantemente longitudinais, embora sua forma, altura e espessura variem de uma regiao para outra. 0 epitelio de revestimento se modifica de acordo com aa(au)
Palavra-chave Ovário
MORFOLOGIA
Folículo Ovariano
Aves
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 216 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 216 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19560

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta