Estudo da segregação da isoforma N-dominio de 80 kDa da enzima conversora de angiotensina I

Estudo da segregação da isoforma N-dominio de 80 kDa da enzima conversora de angiotensina I

Título alternativo Study of segregation of 80 kDa isoform of angiotensin converting enzyme: possible genetic marker of hypertension
Autor Marques, Georgia Daniela Marcusso Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Casarini, Dulce Elena Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A hipertensao arterial e uma doenca multifatorial que predispoe humanos e ratos a acidente vascular cerebral, doencas coronarias, insufiCiência cardiaca, doenca vascular periferica e danos renais, sendo responsavel pela maior parte da morbidade e mortalidade encontrada em regioes metropolitanas. O sistema renina angiotensina (SRA) tem uma funcao central no controle da pressao sanguinea e homeostase de sodio. Varios autores pesquisaram os polimorfismos do SRA como determinantes geneticos da hipertensao essencial, e constatou-se que o gene da Enzima conversora de Angiotensina (ECA) e essencial para a manutencao da pressao sanguinea normal. A ECA ou kininase II e uma dipeptidil-carboxipeptidase (EC 3.4.15.1) que inativa bradicinina e converte angiotensina I (AI) em Angiotensina II (Ali), a qual exerce varias funcoes fisiologicas e patofisiologicas. Em estudo anterior de nosso grupo foi detectado na urina de ratos das racas normotensivas WKY e Brown Norway as isoformas de 190 e 65 kDa. Perfil semelhante foi encontrado na urina de ratos normotensivos com hipertensao experimental do tipo um rim/um clipe e DOCA-Sal. Ao analisarmos as urinas de ratos geneticamente hipertensos, SHR e SHR-SP e ratos SHR tratados com enalapril, detectamos as isoforamas de 80 e 65 kDa. Perfil semelhante ja havia sido encontrado em pacientes hipertensos e individuos normotensos. Estes achados sugeriram que a isoforma de 80 kDa poderia vir a ser um determinante genetico para o desenvolvimento da hipertensao arterial. No presente estudo, verificamos a transmissao genica das isoformas da ECA de 190 kDa, 80 kDa e 65 kDa e a sua relacao com a hipertensao arterial, por meio da analise de seu fenotipo na urina de ratos gerados a partir de cruzamentos e retrocruzamentos entre as racas SHR e Brown Norway, utilizando como metodologia de rastreamento dos animais a cromatografia da urina por gel filtracao em coluna MA-44 e confirmacao por Western Blotting . Na geracao F1 foram obtidos 39 ratos dos quais dois (F101 e F103) foram escolhidos para o retrocruzamento com a progenitora da raca hipertensiva SHR. A partir da urina de ratos Brown Norway separamos por gel filtracao dois picos de atividade enzimatica utilizando o substrato Hipuril-L-His-L-Leu (HHL): o primeiro, correspondente a enzima de 190 kDa e o segundo, correspondente a enzima de 65 kDa. No grupo SHR, o perfil cromatografico apresentou-se diferente do encontrado noa(au)
Palavra-chave Inibidores da enzima conversora de angiotensina
Hipertensão
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 77 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 77 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19456

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta