Utilização da albumina na citologia esfoliativa em pacientes com conjuntivite alérgica

Utilização da albumina na citologia esfoliativa em pacientes com conjuntivite alérgica

Título alternativo Use of albumin in exfoliative cytology in patients with allergic conjunctivitis
Autor Bezerra, Haroldo de Lucena Autor UNIFESP Google Scholar
Rizzo, Luiz Vicente Google Scholar
Yu, Maria Cecília Zorat Autor UNIFESP Google Scholar
Freitas, Denise de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo PURPOSE: To evaluate albumin as fixative material of conjunctival scrapings for exfoliative cytology. METHODS: Conjunctival exfoliative cytology was performed through a prospective study in forty-six eyes of twenty-three patients with clinical diagnosis of allergic conjunctivitis. Three scrapings were performed: (1) in the pretreatment period, (2) after use of corticosteroids (treatment A) and (3) after use of mast cell stabilizer (treatment B); in two types of smears, with and without albumin, which were then submitted to staining by the Giemsa method. RESULTS: Of the twenty-three patients, five (21.7%) were female and eighteen (78.3%) male, with an age average of 10.8 years. Eighteen (78.3%) presented vernal conjunctivitis and five (21.7%) atopic keratoconjunctivitis. By the statistical analysis of the conjunctival cytology, the smears treated with albumin presented a larger number of intact epithelial cells in relation to the nontreated, only in the pretreatment and in the B treatment groups. The number of neutrophils was significantly greater in the B treatment group than in the smears not treated with albumin in relation to the treated ones. Regarding the number of eosinophils there was no difference between the smears treated with albumin in relation to the nontreated, while in the B treatment group there was a statistical difference between the right and left eye regarding smears without albumin. CONCLUSION: There were no statistical differences between smears treated with albumin and those not treated for most researched cells; in addition, albumin adheres mucus hindering the observation of smears, and thus is not indicated for conjunctival exfoliative cytology.

OBJETIVO: Avaliar a albumina como fixador de material obtido de raspado conjuntival para citologia esfoliativa. MÉTODOS: Foi realizada citologia esfoliativa conjuntival por meio de estudo prospectivo em quarenta e seis olhos de vinte e três pacientes com conjuntivite alérgica. Foram realizadas três colheitas: (1) na fase aguda, (2) após uso de corticosteróides (tratamento A) e (3) após uso de estabilizador de membrana de mastócitos (tratamento B); em dois tipos de lâminas, com e sem albumina, sendo submetidas à coloração pelo método de Giemsa. RESULTADOS: Dos vinte e três pacientes, cinco (21,7%) eram do sexo feminino e dezoito (78,3%) do sexo masculino, com média de 10,8 anos. Dezoito (78,3%) apresentaram conjuntivite primaveril e cinco (21,7%) ceratoconjuntivite atópica. Após análise estatística da citologia conjuntival, as lâminas tratadas com albumina apresentaram maior número de células epiteliais íntegras em relação às não tratadas, apenas nos grupos pré-tratamento e no grupo do tratamento B. A contagem de neutrófilos foi significativamente maior no grupo de tratamento B nas lâminas não tratadas com albumina em relação às tratadas. Na contagem de eosinófilos não houve diferença entre as lâminas tratadas com albumina em relação às não tratadas, já no grupo de tratamento B houve diferença estatística entre olho direito e esquerdo na lâmina sem albumina. CONCLUSÃO: Não houve diferenças estatísticas entre as lâminas tratadas com albumina e as não tratadas para a maioria das células pesquisadas, além disso, a albumina adere muco dificultando a observação das lâminas, não sendo indicada na citologia esfoliativa de conjuntiva.
Palavra-chave Conjunctiva
Conjunctivitis, allergic
Albumins
Cytological techniques
Conjuntiva
Conjuntivite alérgica
Albuminas
Técnicas citológicas
Idioma Português
Data de publicação 2003-12-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 66, n. 6, p. 854-858, 2003.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 854-858
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492003000700021
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492003000700021 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1904

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492003000700021.pdf
Tamanho: 117.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta