Correlação da imuno-expressão do oncogene c-erbB-2 e do gene p53 com evolução maligna da mola hidatiforme

Correlação da imuno-expressão do oncogene c-erbB-2 e do gene p53 com evolução maligna da mola hidatiforme

Título alternativo Correlation of c-erbB-2 and p53 with malignant evolution of the hydatiform mole
Autor Sun, Sue Yazaki Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mattar, Rosiane Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: comparar a expressao imuno-histoquimica da oncoproteina c-erbB-2 e da proteina p53, supressora de tumor, em tecido molar fixado, de pacientes que apresentaram tumor trofoblastico gestacional com a daquelas com remissao espontanea e estimar ponto de corte na imuno-expressao dessas proteinas, na avaliacao da evolucao da mola hidatiforme. Metodo: observacional descritivo com grupo de comparacao. O tamanho amostral constituiu-se por casos de mola hidatiforme com progressao para tumor trofoblastico gestacional do Setor de Doenca Trofoblastica Gestacional da UNIFESPEPM, e o grupo de comparacao a casos de mola hidatiforme, com evolucao benigna, todos com possibilidade de avaliacao imuno-histoquimica, atendidos no periodo de janeiro de 1993 a junho de 2002. 68 especimes de tecido fixado de mola hidatiforme, 36, do grupo com evolucao para tumor trofoblastico gestacional (Grupo de Estudo), e 32, do grupo com remissao espontanea (Grupo-Controle), foram submetidos ao estudo imunohistoquimico para pesquisa das proteinas c-erbB-2 e p53. Avaliou-se a expressao de c-erbB-2 segundo dois criterios: quantitativo, representado pela porcentagem de celulas com membrana citoplasmatica totalmente delineada e semi-quantitativo nas categorias: negativo, positivo fraco e positivo forte. O p53 foi avaliado segundo a porcentagem de celulas com nucleos corados. Somente apos leitura das laminas identificou-se o grupo a que cada uma das laminas pertencia. Para comparar o resultado da imuno-expressao dessas proteinas entre os dois grupos, utilizou-se: Teste t de Student e Prova de Mann- Whitney. Para estimar ponto de corte na imunoexpressao de c-erbB-2 e p53, na avaliacao da evolucao da mola hidatiforme, utilizou-se: curva ROC e analise de regressao logistica. Resultados: As imuno-expressoes das proteinas c-erbB-2 e p53 foram significantemente maiores, nas molas hidatiformes que evoluiram para malignizacao, que naquelas com remissao espontanea. As imuno-expressoes nao possibilitaram apurar ponto de corte ideal para avaliar a evolucao da mola hidatiforme. Conclusoes: a imuno-expressao de c-erbB-2 e p53, nas molas hidatiformes pode auxiliar na avaliacao das suas evolucoes, pois foi significantemente maior no grupo que evoluiu para malignidade
Palavra-chave Oncogenes
Genes erbB-2
Genes p53
Mola hidatiforme
Neoplasias trofoblásticas
Oncogenes
Genes, erbB-2
Genes, p53
Hydatidiform mole
Trophoblastic neoplasms
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 89 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 89 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18952

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta