O papel das estruturas bulbares e sua influencia no controle cardiovascular

O papel das estruturas bulbares e sua influencia no controle cardiovascular

Título alternativo The function of the medulla oblongata structures and its influence in the cardiovascular control: mechamisms connected to the arterial hypertension and the implement of the phisical activity
Autor Soares, Daniela Alves Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Evidencias apontam o exercicio fisico como ferramenta adicional importante no tratamento da hipertensao arterial. Os mecanismos exatos do beneficio da atividade fisica regular a reducao da pressao arterial nao estao totalmente elucidados. As hipoteses defendidas sao: 1) a queda de pressao arterial ocorre secundariamente a reducao da atividade simpatica; 2) os mecanismos reflexos de controle cardiovascular sao otimizados com uma adequada prescricao da atividade fisica. Metodos: Foram descritos os mecanismos de controle da pressao arterial, atividade simpatica e a participacao destes na geracao e manutencao do estado hipertensivo. Os modelos experimentais utilizados em pesquisas, a classificacao da hipertensao em humanos, a conexao destes com a atividade barorreflexa e os metodos de diagnose da hipertensao humana foram identificados e, correlacionados com a atividade fisica a qual apresenta uma provavel influencia no controle da hipertensao arterial e reducao da atividade simpatica. Resultados: O tono vasomotor e gerado principalmente pela regiao rostroventrolateral a qual participa no controle cardiovascular tanto tonica como reflexamente de forma integrada em conjunto com os grupos neuronais pre-motores do simpatico. O barorreflexo e considerado um sistema de controle inibitorio que mantem a pressao arterial dentro de limites normais em certos periodos de tempo, adaptando--se as alteracoes sustentadas de pressao arterial atraves de retroalimentacao momento--a-momento enviando impulsos aferentes ao sistema nervoso central. E observado na hipertensao primaria e experimental que o grau de atenuacao de sensibilidade do barorreceptor para o controle da frequencia cardiaca e muito maior em relacao ao mesmo controle para a resistencia vascular. As respostas reflexas de frequencia cardiaca estao diminuidas para as alteracoes agudas bem como, atenuadas para as alteracoes sustentadas de pressao arterial. A variacao desta atenuacao do barorreflexo existente nos dois tipos de hipertensao humana tem uma importante correlacao com o grau de severidade da hipertensao. Em modelos animais e em humanos hipertensos ocorrem diminuicoes da pressao arterial e modificacoes da sensibilidade do reflexo barorreceptor quando o exercicio fisico e realizado em condicoes de regularidade, media intensidade de esforco e de forma dinamica. Conclusoes: Exercicios realizados agudamente nao promovem melhoras, em longo prazo, no ganho de sensibilidade do barorreceptor e ha reducao transitoria da pressao arterial. Na hipertensao essencial ema(au)
Palavra-chave Hipertensão
Sistema Nervoso Simpático
Barorreflexo
Atividade Motora
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 90 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 90 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18947

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta