Soluções hipertônicas em pediatria

Soluções hipertônicas em pediatria

Título alternativo Hypertonic solutions for pediatric patients
Autor Carvalho, Werther Brunow de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Santa Catarina
Beneficência Portuguesa de São Paulo
Resumo OBJECTIVE: To describe the current knowledge and indications for use of hypertonic saline solutions in pediatrics patients. SOURCE OF DATA: Medline recent review articles and personal files. SUMMARY OF THE FINDINGS: Basic physiologic principles were reviewed concerning the distribution of fluid inside the intravascular, interstitial and intracellular compartments. We also reviewed the findings concerning the mechanisms responsible for the rapid onset of cardiocirculatory effects and the additional effect of the colloid component. Finally, we present the medical terms used in the context of small-volume resuscitation, the indications for clinical use, the evidence from clinical research (hemorrhagic shock, preclinical trauma care, septic shock, and head trauma), and the disadvantages and potential adverse effects of small-volume resuscitation. CONCLUSIONS: Resuscitation by means of hypertonic saline solutions associated or not with colloid solutions is one of the most innovative concepts for primary resuscitation from trauma and shock established in the past decade. Currently, the spectrum of potential indications involves not only prehospital trauma care, but also perioperative and intensive care therapy. However, additional randomized double-blind studies are required with both children and adult patients to confirm the advantages of the method in terms of survival.

OBJETIVO: Descrever o conhecimento atual e as possíveis aplicações de solução hipertônica em pediatria. FONTES DOS DADOS: As referências foram obtidas através do banco de dados Medline, artigos de revisão recentes e através do arquivo pessoal. SÍNTESE DOS DADOS: Inicialmente, fizemos uma revisão dos princípios fisiológicos básicos dos fluidos com a distribuição destes nos três compartimentos: intravascular, intersticial e intracelular. Revisamos os achados a respeito dos mecanismos responsáveis pela ação rápida cardiocirculatória, o efeito adicional do componente colóide, descrevemos os termos médicos em relação à ressuscitação de pequenos volumes, as indicações para a sua aplicação, as evidências das pesquisas clínicas (choque hemorrágico, etapa pré-hospitalar do trauma, choque séptico, trauma de crânio), as desvantagens e os efeitos potenciais adversos da ressuscitação com pequenos volumes. CONCLUSÕES: A ressuscitação através de solução salina hipertônica, associada ou não a soluções colóides, envolve um dos conceitos mais inovadores da última década para a ressuscitação primária no paciente com trauma e choque. Atualmente, o espectro de indicações potenciais envolve não apenas a etapa pré-hospitalar no trauma, mas também o período perioperatório e a terapêutica na unidade de cuidados intensivos. Entretanto, tanto para o paciente pediátrico quanto para o paciente adulto, existe a necessidade de pesquisas clínicas randomizadas duplo-cegas adicionais para confirmar as vantagens promissoras em termos de sobrevida.
Palavra-chave Hypertonic saline solutions
pediatrics
fluid resuscitation
critical care
Solução hipertônica
pediatria
ressuscitação volumétrica
cuidados intensivos
Idioma Português
Data de publicação 2003-11-01
Publicado em Jornal de Pediatria. Sociedade Brasileira de Pediatria, v. 79, p. S187-S194, 2003.
ISSN 0021-7557 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Pediatria
Extensão S187-S194
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572003000800008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0021-75572003000800008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1893

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0021-75572003000800008.pdf
Tamanho: 115.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta