Possivel participacao do fator sexo em um modelo animal de discinesia tardia

Possivel participacao do fator sexo em um modelo animal de discinesia tardia

Título alternativo Possible participation of sex factor of the animal model of tardive dyskinesia
Autor Grassl, Christian Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Funcionalmente incapacitante e esteticamente desfigurante, a discinesia tardia e considerada nao apenas o mais importante efeito colateral decorrente da administracao prolongada de drogas antipsicoticas, como a principal desordem iatrogenica do movimento. Caracterizada por hipercinesias buco-linguo-mastigatorias, a discinesia tardia tem como um de seus fatores de risco o sexo feminino. Todavia, muitas das conclusoes obtidas ate o momento sao contraditorias e/ou passiveis de importantes criticas metodologicas, como por exemplo, a nao consideracao da importante interacao sexo/idade. Com efeito, dados epidemiologicos mais recentes indicam uma maior prevalencia de discinesia tardia em mulheres apos a menopausa e uma menor prevalencia antes da menopausa. Paralelamente, evidencias recentes tem sugerido uma importante participacao do estresse oxidativo na fisiopatologia da discinesia tardia. Nesse aspecto, flutuacoes nos niveis de estrogeno, hormonio com propriedades antioxidantes, poderiam estar relacionadas ao efeito do fator sexo nessa desordem do movimento. Assim, foi proposicao deste trabalho de Mestrado investigar a possivel participacao do fator sexo em um modelo animal de discinesia tardia: a discinesia orofacial induzida pela administracao repetida de reserpina em ratos. Nesse contexto, a possivel influencia do estrogeno bem como de alteracoes no estresse oxidativo cerebral tambem foram considerados experimentalmente. Os resultados obtidos demonstraram o efeito benefico do estrogeno no modelo animal de discinesia tardia utilizado neste trabalho. De fato, verificamos que as femeas apresentaram uma menor frequencia nos parametros da discinesia orofacial (protrusao de lingua e movimentos mandibulares) em relacao aos machosa(au)
Palavra-chave Discinesias
Modelos Animais
Estrogênios
Estresse Oxidativo
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 102 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 102 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18916

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta