Relacao entre a recordacao livre de palavras e a memoria operacional em idosos

Relacao entre a recordacao livre de palavras e a memoria operacional em idosos

Título alternativo Verbal free recall and working memory in the elder
Autor DE Luccia, Gabriela Coelho Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Varios estudos evidenciam que o envelhecimento esta associado a dificuldades de memoria, causando prejuizo consideravel de memoria explicita, ou seja, da recordacao consciente de material apresentado anteriormente. Alem disso, ja se encontra bem estabelecido que a memoria operacional tambem e afetada pelo envelhecimento normal. Alguns outros propoe que o prejuizo de memoria explicita, que se verifica nesta faixa etaria seja causado pelo deficit na memoria operacional. O objetivo do presente trabalho foi; 1) verificar se idosos quando comparados com adultos mais jovens apresentam deficit tanto de memoria explicita como de memoria operacional e 2) em caso positivo, se o prejuizo da memoria operacional explica a contento a memoria explicita rebaixado no idosos. Participaram do estudo 33 individuos idosos do sexo masculino e idades entre 60 e 76 anos e 33 homens com idades entre 18 e 30 anos (grupo controle). Ambos os grupos realizaram testes que avaliavam a capacidade da memoria operacional, velocidade do processamento e testes de recordacao livre de palavras com listas de diferentes amplitudes, este ultimo para avaliacao de memoria explicita. O desempenho do grupo idoso foi significativamente menor que do grupo jovem em teste que exigia rapidez em dois testes de memoria operacional (amplitude e capacidade estrutural). Tambem em testes de recordacao livre de palavras (avaliacao usada para memoria explicita) o desempenho do grupo de idosos foi significativamente menor que o do grupo jovem. Encontramos correlacoes positivas entre os testes de memoria operacional e velocidade de processamento com os efeitos de primazia, recencia e facilitacao semantica da recordacao das palavras. No entanto, covariando os testes de memoria operacional, as diferencas entre os grupos jovens e idoso na recordacao livre de palavras, desaparecem em varios parametros. Sugerimos necessidade de outro fator combinado ou nao com a memoria operacional e velocidade do processamento, para explicar o prejuizo da memoria em idosos. Este fator pode ser se a dificuldade de associacao encontrada em idosos por outros autores
Palavra-chave Memória
Idoso
Atenção
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 93 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 93 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18864

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta