analise de custos do tratamento de alergia ocular

analise de custos do tratamento de alergia ocular

Alternative title Costs analysis in therapy for ocular allergic
Author Lima, Franciane Faria Autor UNIFESP Google Scholar
Abstract Objetivo: Analisar os principais custos envolvidos no tratamento de alergia ocular durante os primeiros doze meses de acompanhamento nos diferentes grupos de alergia. Material e Metodos: Os pacientes foram divididos de acordo com o tipo de alergia ocular e reavaliados de acordo com sexo e idade. Foi verificado o numero de retornos e o custo das medicacoes topicas utilizadas durante os primeiros doze meses de tratamento, pelo calculo do numero de gotas em 3 frascos, numero medio de gotas/ml e tempo medio propiciado por cada medicacao. Resultados: No grupo formado por 17 portadores de conjuntivite alergica sazonal, o numero medio de retornos foi 9,18; 29,41 por cento dos pacientes apresentaram crise e o custo medio do tratamento foi R$347,27. No grupo de 8 portadores de conjuntivite alergica perene, o numero medio de retornos durante o tratamento foi 8,38, somente 25 por cento apresentaram crise e o custo medio das medicacoes foi R$294,23. No grupo formado de 70 portadores de cerato-conjuntivite primaveril, o numero medio de retornos durante tratamento foi 12,14, 48,57 por cento apresentaram crise e o custo das drogas utilizadas foi R$383,22. No grupo constituido. de 21 portadores de cerato-conjuntivite atopica, o numero medio de retornos nos 12 primeiros meses foi 10, somente 19,05 por cento apresentaram crise e o custo medio de medicacoes foi R$408,09. O numero de gotas/ml nos frascos das seis medicacoes foi, em ordem decrescente: zaditen® 40,6; seguido pelo patanol® 32,7; emadine® 29,7; alomide® 24,5; livostin® 23,9 e cromolerg 4 por cento® 20,3. Quanto a durabilidade media da terapeutica por frasco, notou-se que um frasco de patanol® teria a duracao 40,9 dias; um de zaditen® 40,6; um de emadine® 37,2; um de livostin® 23,9; o alomide® 15,3 e um de cromolerg 4 por cento® apenas 12,7. Conclusoes: A cerato-conjuntivite primaveril e cerato-conjuntivite atopica, que cursam com quadros mais graves e de mais dificil controle, requerem gastos mais elevados com medicacao e com numero de retornos ao Oftalmologista
Keywords Conjuntivite Alérgica/terapia
Custos e Análise de Custo
Language Portuguese
Date 2004
Published in São Paulo: [s.n.], 2004. 47 p.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 47 p.
Access rights Closed access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18863

Show full item record




File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account