Incidência de complicação pulmonar e mortalidade no pós-operatório de craniotomia eletiva

Mostrar registro simples

dc.contributor.advisor Faresin, Sônia Maria [UNIFESP]
dc.contributor.author Sogame, Luciana Carrupt Machado [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T23:03:13Z
dc.date.available 2015-12-06T23:03:13Z
dc.date.issued 2004
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 2004. 105 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18833
dc.description.abstract Introdução: Esta pesquisa procurou analisar a incidencia de complicacao pulmonar pos-operatorio (CPP) e mortalidade no pos-operatorio de craniotomia eletiva, pois estudos recentes vem demonstrando que os pacientes submetidos a craniotomia eletiva apresentam reducao dos volumes e capacidades pulmonares, diminuicao das pressoes inspiratoria e expiratoria maximas, inversao do padrao respiratorio e alteracao das trocas gasosas. Objetivos: Verificar incidencia de (CPP) e mortalidade no pos-operatorio de craniotomia eletiva. Verificar se as variaveis clinicas como idade, consumo de tabagismo, pneumopatia, sintomas respiratorios, doenca clinica, nivel de consCiência, ventilacao mecanica (VM) prolongada, sonda nasogatrica; e as variaveis cirurgicas como tempo, tipo e local de cirurgia sao fatores de risco para o desenvolvimento de CPP e ocorrencia de obito em pacientes submetidos a craniotomia eletiva. Material e Metodo: foram estudados 236 pacientes portadores de uma das seguintes doencas: tumor, aneurisma, epilepsia, mal formacao arteriovenosa, fistula ou sindrome de Arnold Chiari. Realizou-se a avaliacao pre-operatoria e acompanhamento pos-operatorio dos pacientes ate alta hospitalar ou obito dos mesmos verificando-se a ocorrencia de CPP (pneumonia, traqueobronquite, atelectasia, insufiCiência respiratoria aguda, broncoespasmo) e as causas de obito. Resultados: Dos 236 pacientes, 58 (25 por cento) apresentaram CPP e 23 (10 por cento) evoluiram para obito. A CPP mais frequente foi traqueobronquite 42 por cento (32/76), seguida por pneumonia 26 por cento (20/76), broncoespasmo 25 por cento (19/76) e atelectasia 7 por cento (5/76). Realizando-se analise multivariada verificamos como fator de risco para o desenvolvimento de CPP: local de cirurgia (p<0,000), tempo de VM &#61619; 48 horas (p<0,000), dias de internacao na UTI > 3 dias (p<0,000), nivel de consCiência alterado no pos-operatorio (p<0,002), tempo de cirurgia &#61619; 300 min (p<0,01) e pneumopatia presente (p<0,04). Realizando-se a analise multivariada verificamos como fator de risco para a ocorrencia de obito: tempo VM &#61619; 48 horas (p<0,000), CPP presente (p<0,001) e presenca de pneumopatia previa (p<0,02). Conclusao: Neste trabalho verificou-se a incidencia de 25 por cento de CPP e de 10 por cento de obito. Foram constatados a existencia de varios fatores de risco clinico e cirurgicos associados ao desenvolvimento de CPP e de obito em pacientes submetidos a craniotomia eletiva pt
dc.format.extent 105 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Craniotomia pt
dc.subject Complicações Pós-Operatórias pt
dc.subject Fatores de Risco pt
dc.subject Mortalidade pt
dc.subject Craniotomy en
dc.subject Postoperative Complications en
dc.subject Risk Factors en
dc.subject Mortality en
dc.title Incidência de complicação pulmonar e mortalidade no pós-operatório de craniotomia eletiva pt
dc.title.alternative Postoperative pulmonary complications and mortality in patients submitted to elective craniotomy en
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-019627.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples