Caracterizacao da resistencia a vancomicina em uma amostra de Staphylococcus aureus isolada de uma paciente com endocardite

Caracterizacao da resistencia a vancomicina em uma amostra de Staphylococcus aureus isolada de uma paciente com endocardite

Título alternativo Characterization of vancomycin resistence in Staphylococcus aureus isolated from a patient with endocardite
Autor Andrade, Soraya Sgambatti de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: O presente estudo teve como objetivos: 1) descrever um caso clinico de endocardite por Staphylococcus aureus com sensibilidade reduzida a vancomicina (VISA); 2) caracterizar a inducao de resistencia a vancomicina no isolado VISA e em uma amostra representante do clone de Staphylococcus aureus resistente a oxacilina (ORSA) predominante no Brasil; 3) avaliar os mecanismos associados a aquisicao de resistencia a vancomicina nos isolados em estudo. Material e Metodos: Foram estudados 11 isolados clinicos de S. aureus recuperados em hemoculturas da paciente e uma cepa representante do clone Brasileiro de ORSA (A1721) recuperada da colecao de microrganismos do Laboratorio Especial de Microbiologia Clinica (LEMC). Os 11 isolados clinicos de S. aureus da paciente foram avaliados quanto ao perfil de sensibilidade pela tecnica de difusao em discos, microdiluicao em caldo e Etest© para os seguintes antimicrobianos: ampicilina, ampicilina/sulbactam, cefazolin, cefalotina, cloranfenicol, ciprofloxacina, claritromicina, clindamicina, eritromicina, gentamicina, norfloxacina, ofloxacina, oxacilina, penicilina, rifampicina, teicoplanina, tetraciclina, trimetoprim/sulfametoxazol, e vancomicina. Para identificacao do fenotipo VISA, os isolados foram inoculados em agar BHI contendo 6g/mL de vancomicina (agar screening). Para a inducao de resistencia a vancomicina foram selecionados o ultimo isolado de S. aureus recuperado em hemocultura da paciente (A4066), e o isolado A1721. A analise do DNA cromossomico dos 11 isolados da paciente e do isolado representante do clone Brasileiro de ORSA foi realizada pela tecnica de pulsed-field gel electropheresis (PFGE). O presenca do gene vanA foi pesquisada no isolado VISA e em uma amostra de Enterococcus faecalis isolada do trato intestinal da paciente pela tecnica de PCR. A parede bacteriana dos isolados A4066 e A4066I (apos inducao), e do isolado A1721I (apos inducao) foi visualizada por microscopia eletronica de transmissao. Resultados: O isolado A4066 foi recuperado de uma paciente de 52 anos admitida no Hospital São Paulo para tratamento de mieloma multiplo. A paciente estava fazendo uso de vancomicina por periodo prolongado (90 dias) para tratamento de endocardite por ORSA. Um total de 11 isolados de ORSA foram recuperados em hemoculturas, sendo que o ultimo (A4066) apresentou CIM = 8g/mL para vancomicina, caracterizando o fenotipo VISA. Apos a Introdução de linezolide no esquema terapeutico, a paciente permaneceu assintomatica, e as hemoculturas posteriores foram estereisa(au)
Palavra-chave Staphylococcus aureus
Vancomicina
Endocardite
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 85 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 85 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18773

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta