Estudo da efetividade em pacientes com transtorno obessivo-compulsivo por meio do método de Rorschach

Estudo da efetividade em pacientes com transtorno obessivo-compulsivo por meio do método de Rorschach

Título alternativo Study of affectivity in patients with obsessive-compulsive disorders by means of the Rorschach method: case-control study and case study
Autor Antunez, Andres Eduardo Aguirre Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Compreender a afetividade no Transtorno ObsessivoCompulsivo. Metodos: Para avaliacao diagnostica foi utilizada a Entrevista Clinica Estruturada para o DSM-IV. Para avaliacao dos afetos e das emocoes, o metodo de Rorschach, segundo o Sistema Compreensivo e a Fenomenologia-Estrutural. A amostra contou com 60 sujeitos, 30 pacientes com Transtorno Obsessivo-Compulsivo e 30 nao-pacientes pareados por sexo, idade e anos de escolaridade. Realizou-se estudo de confiabilidade entre codificadores do Rorschach no Sistema Compreensivo; analise estatistica das quatro variaveis selecionadas: tipo de vivencia, quociente afetivo, modulacao afetiva e constricao afetiva; analise exploratoria de todas as variaveis; e analise qualitativa das respostas de cor. A analise fenomenologica-estrutural focalizou a expressao verbal de sete protocolos. Resultados: O grupo de pacientes com Transtorno Obsessivo-Compulsivo apresentou comorbidades psiquiatricas em 86 por cento dos casos. Quanto ao Rorschach, nao houve diferenca estatisticamente significante nas variaveis escolhidas, porem a analise qualitativa das respostas de cor mostrou que nos pacientes as cores sao acompanhadas por tons mais desagradaveis e ansiedade. A analise exploratoria mostrou a predominancia significante de Codigos Especiais relacionados a alteracao de pensamento nos pacientes com Transtorno Obsessivo-Compulsivo. A analise da linguagem em sete protocolos revelou marcada presenca de duvidas e incertezas; necessidade de tempo para lidar com a angustia e impacto afetivo; prevalencia da estrutura esquizo-racional e mecanismo de conte ou cisao; atitude de isolamento e distanciamento. A presenca de elementos sensorio-motores, na visao de imagens em movimento e nos mecanismos de ligacao, assinala bons recursos de personalidade. Conclusoes: Pacientes com Transtorno Obsessivo-Compulsivo nao apresentam um tipo de vivencia definido; o quociente afetivo se apresenta na media com tendencia a uma afetividade labil e sem dificuldades de expressar as emocoes. Sao as qualidades das respostas de cor que revelam dificuldades no manejo dos afetos e das emocoes, com distanciamento e isolamento dos componentes da afetividade, que nao e sentida, vivida, mas preferencialmente descrita e racionalizada
Palavra-chave Transtorno Obsessivo-Compulsivo
Afeto
Teste de Rorschach
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 160 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 160 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18770

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta