Efeitos de níveis de processamento sobre a recordação livre de itens distintos

Efeitos de níveis de processamento sobre a recordação livre de itens distintos

Título alternativo Levels-of-processing efect on free recall of distinct itens
Autor Vaz, Leonardo José Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Varios estudos evidenciam que a consolidacao da memoria episodica e influenciada pelo nivel de processamento empregado durante a fase de estudo, ou seja, estimulos processados de forma conceitua[/semantica (nivel profundo) sao mais recordados do que os processados por suas caracteristicas fonologicas ou perceptuais (niveis mais superficiais). A relacao semantica de palavras inseridas em listas de palavras nao relacionadas facilita a recordacao desses itens. Tem-se sugerido que este efeito de facilitacao se deva a processos automaticos que nao sao influenciados por manipulacoes nos niveis de processamento. Entretanto, esta questao nao esta totalmente esclarecida. O objetivo do presente trabalho foi investigar o efeito de niveis de processamento na recordacao de palavras relacionadas de diferentes formas. Foram utilizadas 12 listas de palavras, algumas das quais apresentaram, em posicoes seriais intermediarias, palavras semanticamente associadas, palavras rimadas, palavras com fontes destacadas, e palavras sem relacionamento semantico ou fonetico explicito. As demais palavras das listas nao eram relacionadas de nenhuma forma. No Experimento 1, dezoito sujeitos foram submetidos ao teste de recordacao livre de palavras sem que nenhuma instrucao direcionasse para qualquer nivel de processamento (grupo controle). No Experimento 2, sessenta e seis sujeitos, distribuidos aleatoriamente em 3 grupos de acordo com a tarefa realizada concomitantemente a apresentacao das palavras (processamento perceptual, fonetico, semantico), foram submetidos ao mesmo teste de memoria. A analise do total de palavras recordadas mostrou efeitos de niveis de processamento, confirmando que as manipulacoes empregadas foram efetivas. Verificou-se que o efeito de facilitacao ocorreu para material relacionado foneticamente e por caracteristicas fisicas, alem de para material relacionado semanticamente. A manipulacao dos niveis de processamento durante a aquisicao nao alteou o incremento na recordacao de palavras relacionadas, sugerindo que processos automaticos estejam envolvidos na genese do efeito de facilitacao. Contudo, o incremento na recordacao pelo relacionamento semantico foi sensivel a variacao do nivel de processamento, indicando que a congruencia de processamento e relacionamento semanticos pode envolver tambem processos controlados
Palavra-chave Memória
Memory
Idioma Português
Data de publicação 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 88 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18709

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta