Gradiente ventriculo-lombar de concentração das proteínas totais do líquido cefalorraquiano: 2 - Influência da drenagem do LCR pela derivação ventrículo-atrial

Gradiente ventriculo-lombar de concentração das proteínas totais do líquido cefalorraquiano: 2 - Influência da drenagem do LCR pela derivação ventrículo-atrial

Título alternativo Cerebrospinal fluid protein concentration gradient: 2 - Effect of the ventriculoatrial shunt
Autor Braga, Fernando Menezes Autor UNIFESP Google Scholar
Reis-filho, João Baptista Dos Autor UNIFESP Google Scholar
Camargo-lima, José Geraldo De Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo On a previous paper, based upon the data obtained from comparative studies of cerebrospinal fluid samples of two groups of patients with neuro-cysticercosis in activity, one with patency, the other one with blockage of the spinal subarachnoid space, evidence was presented that the concentration gradient of proteins along the neuraxis was the consequence of the escape of water from cerebrospinal fluid. The second paper is a continuance of that one. The material for this survey consisted of the clinical records of 11 patients with neurocysticercosis who during the course of the disease presented severe intracranial hypertension which required ventriculoatrial shunt as an emergency operation in order to allow survival. After surgery, it was observed a marked improvement in the clinical picture. Later, it was noticed a large increase in the protein content of the spinal fluid of the majority of the patients, as compared with the results verified prior to surgery. However, in these spinal fluid samples the increase in protein content was observed without a simultaneous rise in cell count, suggesting an improvement in the inflammatory condition. It seems very likely that this large elevation of the protein content in the subarachnoid fluid is the consequence of a reduction in the spinal fluid flow rate due to the ventricle-venous shunt. The decrease in the intensity of the central nervous system immune response and inflammatory reaction, estimated on the basis of the spinal fluid changes after surgery, indicates a restored normal state of cerebrospinal fluid pressure due to the beneficial effect of the ventriculoatrial shunt. In search of the world literature we have been unable to find previous description of this marked increase in the protein content of the spinal fluid after ventriculoatrial or peritoneal shunts, either in patients with neurocysticercosis or in patients with other disease processes of no tumoral origin that later develloped blockage of the fourth ventricle and basal cisterns.

Em trabalho anterior, baseado no estudo comparativo do LCR cisternal e lombar de pacientes com neurocisticercose em atividade, com permeabilidade normal ou com bloqueio do espaço subaracnóideo espinhal, foi apresentada evidência de que o gradiente de concentração das proteínas ao longo do neuro-eixo tem sua origem na saída seletiva de água. Em prosseguimento a esse estudo foi feito este segundo trabalho apoiado nas observações de 11 pacientes com neurocisticercose, que apresentaram no decurso de sua doença hipertensão endocraniana grave que exigiu a derivação ventrículo-atrial do LCR para permitir a sobrevivência. Após a intervenção cirúrgica, foi observada uma melhoria surpreendente do quadro clínico. O exame do LCR lombar revelou aumento da taxa das proteínas totais na maioria dos pacientes, verificando-se valores muito elevados, quando comparados estes resultados com aqueles existentes antes da derivação ventrículo-atrial. Entretanto, neste segundo exame foi observada atenuação da reação inflamatória, revelada pela melhoria da modificação citológica. Este acréscimo da concentração das proteínas totais resultou muito provavelmente da menor movimentação do LCR no espaço subaracnóideo, como consequência do desvio para o sangue de grande parte do LCR produzido. A diminuição da intensidade da resposta imunitária e da reação inflamatória do sistema nervoso central, avaliada pelo exame de LCR feito depois da cirurgia, indica que a drenagem ventricular e a conseqüente normalização da pressão endocraniana permitiram uma melhoria evidente das condições encefálicas. Uma pesquisa bibliográfica especializada não revelou ter sido assinalada esta ocorrência de um acentuado aumento da taxa das proteínas totais no LCR subaracnóideo após a derivação ventrículo-atrial ou peritoneal, quer em pacientes com neurocisticercose, quer em pacientes com outros processos não tumorais que evoluem para o bloqueio do quarto ventrículo ou cisternas da base.
Idioma Português
Data de publicação 1983-09-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 41, n. 3, p. 266-273, 1983.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 266-273
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1983000300007
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X1983000300007 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/187

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X1983000300007.pdf
Tamanho: 963.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta