Prevalencia de achados anormais a vectoeletronistagnografia digital em pacientes com desordens temporomandibulares

Prevalencia de achados anormais a vectoeletronistagnografia digital em pacientes com desordens temporomandibulares

Título alternativo Prevalence of abnormal vectonystagnographic findings in patients with temporomandibular disorders
Autor Tresso, Adriana Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: verificar a prevalencia de achados anormais a vectoeletronistagmografia digital em pacientes com desordens temporomandibulares. Metodo: a vectoeletronistagmografia digital foi realizada em 30 pacientes com desordens temporomandibulares na faixa etaria de 15 a 60 anos de idade com sintomas otoneurologicos. Resultado: verificou-se que de 30 pacientes com desordens temporomandibulares, 12 (40,0 por cento) apresentaram sinais de comprometimento do sistema vestibular a vectoeletronistagmografia digital. Conclusao: os achados anormais a vectoeletronistagmografia digital em pacientes com desordens temporomandibularesl sao hiper-reflexia unilateral, hiper-reflexia bilateral, hiporreflexia unilateral e predominancia labirintica do nistagmo pos-calorico, em ordem decrescente de prevalencia
Palavra-chave Vertigem
Zumbido
Transtornos da Articulação Temporomandibular
Tontura
Perda Auditiva
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 44 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 44 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18673

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta