Avaliacao da qualidade da consulta de enfermagem a crianca em unidades basicas de Saúde do programa de Saúde da familia

Avaliacao da qualidade da consulta de enfermagem a crianca em unidades basicas de Saúde do programa de Saúde da familia

Título alternativo Evaluation the quality of the nursing consulattion to children in the basic health units of the family's health program
Autor Saparolli, Eliana Campos Leite Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Esta pesquisa descritiva teve como objetivo geral avaliar a qualidade da consulta de enfermagem prestada a crianca ate um ano de idade em Unidades Basicas de Saúde (UBS) do Programa de Saúde da Familia do Municipio de São Paulo. A populacao do estudo abrangeu a area fisica, instalacoes e recursos materiais existentes em 12 salas destinadas a esta atividade nas oito UBS selecionadas e as 14 enfermeiras que realizavam a pratica assistencial. A amostra inclui 20,0 por cento do total de criancas dessa faixa etaria, cadastradas na equipe de Saúde de cada enfermeira. Desta forma, abrangeu 114 consultas de enfermagem com os respectivos prontuarios das criancas atendidas. Os dados foram coletados pela: observacao sistematizada tanto da area fisica, instalacoes e recursos materiais disponiveis para a consulta de enfermagem como do processo assistencial desenvolvido nesta atividade, analise documental dos prontuarios das criancas atendidas e um questionario semi-estruturado aplicado as enfermeiras. Para proceder a avaliacao proposta, os resultados obtidos foram comparados com criterios normativos validados por 11 especialistas na area da Saúde da Crianca. As principais conclusoes foram: a estrutura disponivel para a realizacao da consulta de enfermagem era adequada por atender a grande maioria dos criterios estabelecidos, destacando-se, entre os componentes avaliados, o perfil profissional apropriado das 14 enfermeiras, por contemplar experiencia de trabalho, especializacoes na area de Saúde Publica/Saúde Coletiva e capacitacao especifica para essa atividade, o que imprimiu qualidade a assistencia prestada. A dimensao tecnico-cientifica do processo assistencial foi adequada, conforme criterios estabelecidos quer, na aplicacao da sistematizacao da assistencia de enfermagem (SAE) quer, na implementacao das cinco acoes basicas de Saúde da crianca, indicando, porem, a necessidade de reformulacoes em procedimentos para aprimorar a qualidade dessas acoes. A dimensao da interacao ocorrida entre enfermeiras e maes/responsaveis pelas criancas foi satisfatoria quanto a comunicacao efetiva, o que favoreceu a adesao da clientela a assistencia prestada pelas enfermeiras. As anotacoes sobre a SAE alcancaram menores porcentuais na etapa de identificacao de problemas/necessidades de Saúde, demandando a melhoria do registrto para que retrate as acoes realizadas, com vista a possibilitar avaliacao da coerencia das prescricoes e resultados alcancados
Palavra-chave Enfermagem em Saúde Pública
Avaliação de Processos (Cuidados de Saúde)
Pesquisa em Avaliação de Enfermagem
Saúde da Família
Bem-Estar da Criança
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 253 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 253 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18669

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta