Validade e confiabilidade da escala de comportamento autísticos (ABC): estudo preliminar

Validade e confiabilidade da escala de comportamento autísticos (ABC): estudo preliminar

Título alternativo Vality and reliability of autism behvior checklist(ABC): preliminary study
Autor Marteleto, Márcia Regina Fumagalli Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Pedromônico, Márcia Regina Marcondes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A Escala de Comportamentos Autisticos (ABC) foi construida com a finalidade de fazer triagem inicial de criancas com suspeita do Transtorno. OI objetivo deste estudo foi verificar se o ABC identifica criancas com Transtorno Autista determinando os conceitos psicometricos de Validade e Confiabilidade da escala. Dentro da Validade determinamos a Validade Concorrente ou Discriminante; Validade de Conteudo e a Validade de Criterio Relacionada. Foram realizadas entrevistas com maes de criancas com diagnostico previamente estabelecido e distribuidas em tres grupos distintos: A) 38 maes de criancas com Transtorno Autista (DSM IV-TR, 2002); idade media do grupo de 7 anos e 5 meses e escolaridade media materna de 9 anos (ensino medio incompleto); B) 43 maes de criancas com Transtorno de Linguagem (DSM-IV-TR, 2002), idade media do grupo de 6 anos e 9 meses e escolaridade media materna de 6 anos (ensino fundamental incompleto); C) 52 maes de criancas escolares sem problemas de linguagem ou de comportamento identificadas pelas professoras e coordenadora pedagogica; idade media do grupo de 7a 7m. A escolaridade media das maes foi de 9 anos (ensino medio incompleto). O instrumento utilizado foi a Escala de Comportamentos Autisticos, traduzida e adaptada por Pedromonico, Marteleto (2001). Os questionarios foram preenchidos individualmente sob forma de entrevista, para minimizar os efeitos da escolaridade maternal A confiabilidade foi obtida atraves do coeficiente Kappa e de correlacao intraclasses (ICC) considerando a concordancia entre a observacao das maes e da professoral. Para verificar a validade concorrente ou discriminante da escala foi realizada a analise de variancia (ANOVA). Para obter a validade de conteudo fez-se a correlacao de Pearson (Qui-quadrado-X2) associando os comportamentos autisticos com os grupos. Para a validade de criterio-relacionada calculou-se a sensibilidade e especificidade do ABC baseado em dois criterios de teste positividade. Os resultados evidenciaram que a concordancia Kappa foi 0.23 e a correlacao intraclasses obtida foi 66 por cento. Na analise de variancia o grupo Transtorno Autista obteve media significantemente (p<0.000) maior que os outros dois grupos de criancas em cada area e no total do ABC. A validade de conteudo demonstrou que 26(45,61 por cento) itens da escala ABC estiveram associados(P<0.00) ao grupo com Transtorno Autista dos outros dois grupos...(au)
Palavra-chave Prazo de validade de produtos
Avaliação
Escalas
Transtorno autístico
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 96 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18650

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta