Knockout do gene da calcitonina: avaliacao fenotipica do metabolismo osseo

Knockout do gene da calcitonina: avaliacao fenotipica do metabolismo osseo

Título alternativo Knockout of the calcitonin gene: phenotypic analysis of the bone metabolism
Autor Hoff, Ana Amelia Fialho de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Desde a sua descoberta em 1962, a calcitonina e reconhecida como um hormonio capaz de inibir a reabsorcao ossea. Entretanto, o seu papel fisiologico durante a aquisicao e manutencao da massa ossea nao esta claramente definido. A calcitonina e codificada por um gene, denominado CT/CGRP, que alem de codificar a calcitonina codifica um outro peptideo similar a calcitonina denominado peptideo relacionado ao gene da calcitoninaa (CGRPa). O peptideo CGRPa e expresso no sistema nervoso central e periferico e tem como funcao estabelecida a vasodilatacao. Apesar de varios estudos sugerirem que CGRPa tambem tenha um papel no metabolismo osseo, esta funcao ainda nao esta estabelecida. Para melhor compreender a funcao fisiologica do gene CTICCGRP, nos criamos um camundongo no qual a sequencia codificadora para ambos CT e CGRPa foi deletada por recombinacao homologa. Os camundongos CTICCGRP knockout (KO) sao fisicamente normais, nao apresentando nenhum defeito organico significante ao nascimento. Alem disso, estes animais possuem o mesmo tamanho e peso que os animais controle (WT) e tem fertilidade e capacidade de procriacao preservadas. De acordo com o que e conhecido sobre a funcao da calcitonina, ou seja, efeito hipocalcemiante e inibicao da reabsorcao ossea, e de se esperar que animais deficientes em CT/CGRPa desenvolvam hipercalcemia e osteoporose. Entretanto, nao foi observado diferenca no nivel basal de calcio entre animais KO e WT. Porem, quando submetidos a um estimulo de reabsorcao ossea, representado pela administracao de PTH humano, animais KO, ao contrario dos animais WT, desenvolvem hipercalcemia o que e decorrente do aumento da reabsorcao ossea, como demonstrado pelo aumento da deoxipiridinolina (DPD) urinaria. Este efeito e revertido quando estes animais recebem nao so o PTH humano como tambem a calcitonina. Surpreendentemente, ao contrario do esperado, animais KO possuem um volume de osso trabecular significantemente maior que os animais WT, consequencia de uma taxa de formacao ossea 1.5 a 2 vezes maior que animais WT aos 1 e 3 meses de idade. Alem disso, os animais KO sao capazes de manter a massa ossea apos ooforectomia, enquanto os animais WT perdem aproximadamente um terco da massa ossea dois meses pos-ooforectomia. A manutencao da massa ossea apos a ooforectomia tambem e decorrente de um aumento expressivo da atividade osteoblastica que compensa a perda ossea causada pela defiCiência de estrrogenio...(au)
Palavra-chave Calcitonina
Peptídeo Relacionado com Gene de Calcitonina
Reabsorção Óssea
Hipercalcemia
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 68 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18639

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta