O cuidar do paciente laringectomizado do pre-operatorio a reabilitacao: o enfermeiro construindo um modelo assistencial de acordo com os diagnosticos de enfermagem

O cuidar do paciente laringectomizado do pre-operatorio a reabilitacao: o enfermeiro construindo um modelo assistencial de acordo com os diagnosticos de enfermagem

Título alternativo The care of the laryngectomy patient from pre-operative to rehabilitation: the nurse constructing a comprehensive nursing plan in accordance with the nursing diagnosis
Autor Andrade, Adir Fatima da Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo teve por objetivo oferecer subsidios praticos para o planejamento das acoes de enfermagem que possam contribuir com a reabilitacao do paciente laringectomizado, procurando acompanhar um grupo de pacientes submetidos a laringectomia total, parcial vertical ou parcial horizontal no pre e pos-operatorio. Para isso foi utilizado um instrumento para se chegar aos diagnosticos e intervencoes de enfermagem utilizando a taxonomia da NANDA - North American Nursing Diagnosis. Participaram desse estudo 15 pacientes do ambulatorio de Cirurgia de Cabeca e Pescoco da UNIFESPEPM/HSP atendidos no periodo de dezembro de 2001 a janeiro de 2003; sendo que nove pacientes foram submetidos a laringectomia total e seis a laringectomia parcial. Realizaram-se tres consultas de enfermagem no atendimento pre-operatorio com intervalos de 15 a 30 dias, e no atendimento pos-operatorio, dez consultas de enfermagem desde o 1º retorno no ambulatorio apos a alta hospitalar ate o 150º- dia de pos-operatorio. Foram detectados 37 diagnosticos de enfermagem cujas intervencoes realizadas foram evoluidas e avaliadas de acordo com cada paciente. No atendimento pre-operatorio dos pacientes, submetidos a laringectomia total ou parcial, foram elaboradas com maior frequencia os diagnosticos: ansiedade, medo, nutricao alterada; menos do que as necessidades corporais, degluticao prejudicada, comunicacao verbal prejudicada, controle eficaz de regime terapeutico, risco para infeccao, risco para tensao devido ao papel de cuidador, comportamento para elevar o nivel de Saúde. As intervencoes mais frequentes foram: orientacoes sobre a doenca, tratamento e reabilitacao, orientacao, demonstracao, manuseio e cuidados com sonda nasoenteral, orientacao, demonstracao, manuseio e cuidados com canula de traqueostomia e estoma traqueal, orientacao e cuidados com a cavidade oral, orientacoes sobre hospitalizacao, anestesia, uso de equipamentos e materiais, apoio psicologico, encaminhamento para terapia e avaliacao fonoaudiologica, orientar e aconselhar sobre imagem corporal e alteracoes: sexualidade, olfato e vias aereas, orientar e ensinar mecanismos de comunicacao para serem usados no pos-operatorio. No atendimento pos-operatorio foram elaboradas com maior frequencia os diagnosticos: integridade da pele prejudicada, risco de infeccao, ansiedade, risco para aspiracao, desobstrucao traqueobronquica ineficaz, degluticao prejudicada, comunicacao verbal prejudicada...(au)
Assunto Laringectomia
Diagnóstico de Enfermagem
Reabilitação
Cuidados de Enfermagem
Idioma Português
Data 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 180 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 180 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18611

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)