O cuidar do paciente laringectomizado do pre-operatorio a reabilitacao: o enfermeiro construindo um modelo assistencial de acordo com os diagnosticos de enfermagem

O cuidar do paciente laringectomizado do pre-operatorio a reabilitacao: o enfermeiro construindo um modelo assistencial de acordo com os diagnosticos de enfermagem

Título alternativo The care of the laryngectomy patient from pre-operative to rehabilitation: the nurse constructing a comprehensive nursing plan in accordance with the nursing diagnosis
Autor Andrade, Adir Fatima da Rosa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo teve por objetivo oferecer subsidios praticos para o planejamento das acoes de enfermagem que possam contribuir com a reabilitacao do paciente laringectomizado, procurando acompanhar um grupo de pacientes submetidos a laringectomia total, parcial vertical ou parcial horizontal no pre e pos-operatorio. Para isso foi utilizado um instrumento para se chegar aos diagnosticos e intervencoes de enfermagem utilizando a taxonomia da NANDA - North American Nursing Diagnosis. Participaram desse estudo 15 pacientes do ambulatorio de Cirurgia de Cabeca e Pescoco da UNIFESPEPM/HSP atendidos no periodo de dezembro de 2001 a janeiro de 2003; sendo que nove pacientes foram submetidos a laringectomia total e seis a laringectomia parcial. Realizaram-se tres consultas de enfermagem no atendimento pre-operatorio com intervalos de 15 a 30 dias, e no atendimento pos-operatorio, dez consultas de enfermagem desde o 1º retorno no ambulatorio apos a alta hospitalar ate o 150º- dia de pos-operatorio. Foram detectados 37 diagnosticos de enfermagem cujas intervencoes realizadas foram evoluidas e avaliadas de acordo com cada paciente. No atendimento pre-operatorio dos pacientes, submetidos a laringectomia total ou parcial, foram elaboradas com maior frequencia os diagnosticos: ansiedade, medo, nutricao alterada; menos do que as necessidades corporais, degluticao prejudicada, comunicacao verbal prejudicada, controle eficaz de regime terapeutico, risco para infeccao, risco para tensao devido ao papel de cuidador, comportamento para elevar o nivel de Saúde. As intervencoes mais frequentes foram: orientacoes sobre a doenca, tratamento e reabilitacao, orientacao, demonstracao, manuseio e cuidados com sonda nasoenteral, orientacao, demonstracao, manuseio e cuidados com canula de traqueostomia e estoma traqueal, orientacao e cuidados com a cavidade oral, orientacoes sobre hospitalizacao, anestesia, uso de equipamentos e materiais, apoio psicologico, encaminhamento para terapia e avaliacao fonoaudiologica, orientar e aconselhar sobre imagem corporal e alteracoes: sexualidade, olfato e vias aereas, orientar e ensinar mecanismos de comunicacao para serem usados no pos-operatorio. No atendimento pos-operatorio foram elaboradas com maior frequencia os diagnosticos: integridade da pele prejudicada, risco de infeccao, ansiedade, risco para aspiracao, desobstrucao traqueobronquica ineficaz, degluticao prejudicada, comunicacao verbal prejudicada...(au)
Palavra-chave Laringectomia
Diagnóstico de Enfermagem
Reabilitação
Cuidados de Enfermagem
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 180 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 180 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18611

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta