Avaliação do teste do antígeno fecal para diagnóstico da infecção por Helicobacter pylory em crianças e adolescentes

Avaliação do teste do antígeno fecal para diagnóstico da infecção por Helicobacter pylory em crianças e adolescentes

Título alternativo Avaliation of stool antigen test for diagnosis od Helicobacter pylori infection in children and adolescents
Autor Raguza, Daniele Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Kawakami, Elisabete Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O desempenho do metodo nao invasivo do antigeno fecal (HpSA) para diagnostico de infeccao por Hefcobacter pylori em criancas e adolescentes foi amplamente avaliado em varios estudos realizados, porem sua acuracia apresenta resultados controversos na literatura, principalmente em criancas menores de 6 anos. 0 teste do antigeno fecal e um metodo imunoenzimatico (ELISA) qualitativo para deteccao de infeccao ativa por Hefcobacter pylori em amostras de fezes, em humanos, e tem a vantagem de ser nao invasivo, nao necessitar de equipamentos de alto custo ou tecnicos altamente especializados. Objetivos: Avaliar o desempenho do HpSA para o diagnostico da infeccao pelo Hefcobacter pylori em criancas e adolescentes entre 3 meses e 18 anos de idade, e avaliar a relacao da densidade bacteriana na mucosa gastrico com os resultados das densidades opticas, nos pacientes infectados. Metodos: 133 pacientes (idades entre 4 meses e 17 anos de idade, mediana 6,6 anos), foram analisados prospectivamente e consecutivamente em estudo transversal. Os pacientes foram considerados infectados quando a cultura foi positiva ou o teste rapido da urease e a histologia foram positivos. 0 teste foi realizado segundo as orientacoes do fabricante, porem com algumas modificacoes visando melhor reprodutibilidade do teste e ponto de corte proximo ao sugerido pelo fabricante e consagrado para populacoes adultas. Todas as amostras foram analisadas em duplicata e os resultados de densidade optica obtidos atraves de espectrofotometro, com comprimento de onda de 450mn Foram considerados positivas as amostras com DO z 0,160 e negativas com DO < 0,140. A graduacao histologica foi realizada de acordo com o sistema de Sydney modificado (Dixon et ai, 1996). Metodos estatisticos: Foram calculados os valores de sensibilidade e especificidade com os respectivos intervalos de confianca de 95 por cento. A relacao entre densidade bacteriana e a densidade optica (DO) foi realizada atraves do teste de Mann-Whitney. Resultados: A frequencia de pacientes Hefcobacter pylori positivos foi de 29,1 por cento e aumentou com a idade. Nao houve...(au)
Palavra-chave Infecções por helicobacter/diagnóstico
Fezes
Gastrite/diagnóstico
Criança
Adolescente
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 90 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 90 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18601

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta