Avaliacao do uso de antifungicos em um hospital universitario

Avaliacao do uso de antifungicos em um hospital universitario

Título alternativo Analysis of antifungal use in an university hospital
Autor Dal Forno, Claudia Balbuena Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo OBJETIVOS: Avaliar os criterios para indicacao e uso dos antifungicos em um hospital universitario e a implementacao de uma ficha, para justificativa do uso do antifungico, com ou sem associacao da, posterior analise do caso, realizada por um infectologista. METODOS: O estudo se desenvolveu no Hospital São Paulo, hospital de ensino da Universidade Federal de São Paulo - EPM, foi dividido em tres periodos de quatro meses, entre os meses de julho de 2000 a janeiro de 2002. No primeiro periodo, houve apenas coleta dos dados dos pacientes que utilizaram antifungicos, no segundo periodo, instituiu-se uma ficha de justificativa de uso do anifungico e no terceiro periodo, associou-se a analise de um infectologista. Nos tres periodos, analisou-se as seguintes variaveis: idade, sexo, unidade de internacao, internacao previa, tempo para diagnostico da infeccao fungica, infeccao hospitalar, doenca de base, diagnostico da infeccao fungica, diagnostico efologico, tipo de tratamento, antifungicos utilizados, adequacao de uso dos antifungicos, intervencao do infectologista. RESULTADOS: Em nossa populacao de 340 pacientes, 92 no primeiro, 114 no segundo e 134 no terceiro periodo. A media de idade dos pacientes foi d 46,4 anos, houve predominio do sexo masculino, 58,8 por cento. As unidades que mais utilizaram antifungicos foram Doencas Infecto-parasitarias, Hematologia e Unidades de Terapia Intensiva, responsavel por 52,2 por cento do uso. A media de dias ate o diagnostico da infeccao fungica, no periodo do estudo, foi de 18,9 dias. 37,4 por cento das infeccoes foram adquiridas no ambiente hospitalar. As doencas de base mais frequentes, foram sindrome da imunodefiCiência adquirida, doenca pulmonar e doenca hematologica, sendo 41 por cento dos diagnosticos. Os diagnosticos de infeccao fungica mais frequentes foram, candida oral (33,1 por cento), infeccao sistemica presumida (18,1 por cento) e infeccao urinaria (12,3 por cento). O especime mais...(au)
Palavra-chave Antifúngicos
Fungos
Micoses
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 83 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18579

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta