Diarreia nosocomial em unidade de terapia intensiva

Diarreia nosocomial em unidade de terapia intensiva

Título alternativo Diarrhea acquired in the intensive care unit
Autor Marcon, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Esta e uma pesquisa epidemiologica, com desenho caso - controle, realizada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em um hospital publico em Santo Andre/ SP, no periodo de Janeiro a Outubro de 2002, com o objetivo de detectar os principais fatores de risco para diarreia adquirida na UTI. Foram eleitos 49 pacientes com diarreia (casos) e 49 pacientes sem diarreia (controles), pareados por sexo e idade. Realizou-se coprocultura e ensaio imunoenzimatico para toxinas AIB de Clostridium difficile nas fezes dos pacientes - caso. Foram encontrados 14 pacientes com coprocultura positiva para Pseudomonas aeruginosa e 22 pacientes com ELISA positivo para Clostridium difficile. Os resultados obtidos demonstraram que os fatores possivelmente associados a diarreia nosocomial sao: uso de antibioticos (p=0,001), uso de Ceftriaxone (p=0,001), presenca de infeccao hospitalar ou nao (p=0,010) e tempo de internacao (p=0,0001)
Palavra-chave Diarreia
Unidades de Terapia Intensiva
Clostridium difficile
Antibacterianos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 74 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 74 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18536

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta