Acao protetora da amifostina (WR2721) sobre o epitelio seminifero de ratos albinos submetidos ao tratamento com cisplatina, na fase pre-pubere

Acao protetora da amifostina (WR2721) sobre o epitelio seminifero de ratos albinos submetidos ao tratamento com cisplatina, na fase pre-pubere

Título alternativo Amifostine(WR2721) protector effect upon prepuberal rat seminiferous ephitelium after cisplatin treatment
Autor Lirdi, Leandra Campos Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A cisplatina (cisdiaminodicloroplatina 11) e um potente agente quimioterapico bastante utilizado na oncologia clinica, demonstrando eficacia no tratamento de diversos tipos de cancer. Entretanto, esta droga constitui um dos mais toxicos agentes terapeuticos anticancer, apresentando efeitos citotoxicos variados, inclusive sobre os testiculos, promovendo alteracao da funcao reprodutiva e regressao do epitelio seminifero. Por outro lado, citoprotetores tais como a ainifostina (WR2721) sao utilizados contra a toxicidade induzida por radiacoes ionizantes e drogas quimioterapicas. No entanto, estudos conclusivos sobre a efiCiência da ainifostina em proteger os testiculos contra os efeitos nocivos da cisplatina, sao praticamente inexistentes. Considerando que agentes antineoplasicos podem provocar acentuada lesao do epitelio seminifero e induzir a ocorrencia de morte por apoptose nas celulas da linhagem germinativa, comprometendo a fertilidade, foi proposto um estudo sobre a potencial acao protetora da ainifostina sobre os testiculos de ratos tratados com cisplatina. Utilizaram-se 48 ratos albinos, machos e pre-puberes, os quais foram distribuidos em quatro grupos: controle Sham (CS), experimental ainifostina (EA), experimental cisplatina (EC) e experimental amifostina/cisplatina (EAC). Cada grupo foi subdividido em tres subgrupos, de acordo com o periodo decorrido apos o termino do experimento: 3, 6 e 12 horas. Os animais dos grupos EC e EAC foram submetidos a administracao de dose unica de ciplatina (5 mg/Kg), por via intraperitonial. Os animais do grupo EAC receberam previamente a quimioterapia com cisplatina, por via intraperitonial, a dose unica de 400mg/Kg de amifostina. Este procedimento tambem foi adotado para os animais do grupo EA. O grupo CS recebeu, intraperitonialmente, solucao fisiologica a 0,9 por cento. Os animais foram anestesiados e seus testiculos foram removidos, fixados em liquido de Bouin e processados...(au)
Palavra-chave Amifostina
Testículo
Cisplatino
Apoptose
Espermatogênese
Ratos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 118 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 118 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18533

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta