Fatores associados a qualidade de vida em idosos com osteoartrose de quadril

Fatores associados a qualidade de vida em idosos com osteoartrose de quadril

Título alternativo Quality of life for elders with hip osteoarthrosis: related factors
Autor Lima, Surama Cecilia de Castro Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A osteoartrose (OA) e uma das doencas cronicas mais prevalentes na populacao idosa e afeta diretamente o cotidiano do individuo idoso, visto causar dor, limitacao de movimentos e defiCiência muscular e funcional. A avaliacao do individuo com OA quanto a gravidade da doenca delineia os objetivos e as estrategias terapeuticas a serem utilizadas. A literatura enfatiza a utilizacao da avaliacao radiografica da doenca para determinacao da gravidade, sendo pouco referida a gravidade no aspecto funcional. A capacidade funcional para o idoso e um indicador de Saúde que deve ser considerado de suma importancia para classificar o nivel de Saúde do individuo. A avaliacao da qualidade de vida tem crescido em importancia, por abranger aspectos multidimensionais da vida e Saúde de uma determinada populacao, e se destaca como importante meio de observacao do nivel de Saúde dos idosos. Objetivos: Avaliar as caracteristicas da dor, identificar a gravidade da doenca nos aspectos funcional e radiologico em idosos com OA de quadril e relacionar a qualidade de vida. Metodo: Estudo transversal, descritivo e analitico, desenvolvido com uma amostra de 41 idosos residentes em regiao metropolitana da cidade de São Paulo e Grande São Paulo. Participaram do estudo idosos com idade igual ou superior a 60 anos, portadores de osteoartrose sintomatica de quadril confirmada clinica e radiograficamente pelos criterios do American College of Rheumatology. Para avaliacao da gravidade da doenca nos aspectos radiografico e funcional foram utilizados os criterios de Kellgren e o indice de Lequesne. Para avaliacao da qualidade de vida foi utilizado o instrumento generico SF36. Resultados: Observamos que ha concordancia entre a gravidade no aspecto radiologico e a gravidade no aspecto funcional em 83 por cento dos casos e que nao ha associacao entre gravidade radiologica e gravidade funcional e tempo de cronicidade da dor. Comparados aos individuos nao graves, os individuos graves no aspecto funcional tem mais prejudicadas as dimensoes capacidade funcional (p<0,001), dor (p=0,012), estado geral da Saúde (p=0,012), vitalidade (p=0,026) e aspectos sociais (p=0,033). Comparados aos individuos nao graves, os individuos graves no aspecto radiologico tem mais prejudicadas as dimensoes capacidade funcional (p<0,001) e dor (p=0,004). Nao ha associacao entre tempo de cronicidade da dor e os escores da qualidade de vida. Conclusao: A qualidade de vida dos ...(au)
Palavra-chave Qualidade de Vida
Idoso
Osteoartrite
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 81 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 81 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18532

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta