Vivenciando a comunicacao entre a equipe de enfermagem e os pais de recem-nascidos de alto risco: um estudo de caso

Vivenciando a comunicacao entre a equipe de enfermagem e os pais de recem-nascidos de alto risco: um estudo de caso

Título alternativo Facing the communication between the nursing team and the parents of high-risk newborn children: a case study
Autor Guareschi, Ana Paula Dias Franca\ Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) e um local de tecnologia avancada onde encontramos equipamentos que auxiliam na assistencia ao recem-nascido grave, que embora sejam necessarios para salvar vidas, podem criar um ambiente ameacador para os pais de RN de alto risco. Para a equipe de enfermagem atuar na UTIN e necessaric superar varios desafios e dentre esses, destacamos o dominar toda a parafernalia tecnologica e realizar cuidados ao trinomio recem-nascido-mae-pai, alicercadas em uma visao holistica. Nos ultimos tempos, a presenca dos pais na UTIN, tem sido cada vez mais frequente o que nao contribuiu para a reducao da angustia e ansiedade vivenciadas por eles neste momento critico. A comunicacao e uma estrategia essencial para dar inicio, manter e fortalecer o relacionamento entre equipe de enfermagem e os pais, criando assim um elo forte entre os pais que necessitam de cuidados psicoi emocionais e a equipe qualificada para proporcionar este apoio. Face ao exposto, c objetivo deste estudo foi conhecer como se da a comunicacao entre a equipe de enfermagem e os pais de RN de alto risco. A opcao metodologica escolhida foi o estudc de caso, realizado em uma UTIN de um hospital escola da cidade de São Paulo. A analise das observacoes e entrevistas nos permitiu a construcao das seguintes categorias: Comunicacao Terapeutica e Comunicacao Nao Terapeutica. Os resultados demonstraram que houve quase o mesmo numero de cenas descritas de comunicacao terapeutica) e nao terapeutica Na comunicacao terapeutica' os aspectos mais observados foram a utilizacao de tecnicas de comunicacao verbal dos grupos de expressao e clarificacao. Na comunicacao nao-verbal cinesica, o aspecto mais citado foi o olhar e da proxemica, foram os tipos de distancias Na comunicacao nao terapeutica) os aspectos relevantes foram os modos de comunicacao verbal) desconfirmacao e negacao. Outro aspecto ressaltado, o toque foi pouco observado entre a equipe de enfermagem e os pais de RN de alio risco. 0 desafio da equipe de enfermagem e aprender mais sobre comunicacao manifestada pelos pais, buscando decodifica-las nas suas formas...(au)
Palavra-chave Comunicação
Pais
Recém-Nascido
Equipe de Enfermagem
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 95 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18525

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta