Caracterização experimental e possível participação de espécies reativas de oxigênio em um modelo animal de discinesia orofacial

Caracterização experimental e possível participação de espécies reativas de oxigênio em um modelo animal de discinesia orofacial

Título alternativo Experimental characterization and participation possible the species reativ of oxygen in animal model of orofacial dyskinesia
Autor Bergamo, Marcelo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Frussa-Filho, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Funcionalmente incapacitaste e esteticamente d esfigurante, a discinesia tardia e considerada nao apenas o principal efeito colateral decorrente do tratamento com antipsicoticos, como a principal desordem iatrogenica do movimento. Caracterizada por hipercinesias buco-linguo-mastigatorias involuntarias e por vezes irreversiveis, a discinesia tardia e desprovida de tratamentos comprovadamente eficazes a longo prazo. Paralelamente, a caracteristica tardia de seu desenvolvimento limita acentuadamente a viabilidade de estudos clinicos prolongados adequadamente controlados. Nesse contexto, a caracterizacao e validacao de modelos animais dessa desordem de movimento torna-se imperiosa. Em meados da decada de 1990, Neisewander e colaboradores propuseram um novo modelo animal para a discinesia tardia: o aumento do numero de protrusoes de lingua induzido pela administracao repetida do depletor monoaminergico reserpina em ratos. Esse trabalho classico aliado a outros estudos que se seguiram, trouxeram importantes evidencias em suporte a essa proposicao. Com efeito, o aumento de protrusoes de lingua induzido pela administracao repetida de reserpina em ratos preenche alguns quesitos concernentes tanto a aspectos fenomenologicos e clinicos como a hipoteses fisiopatologicas da discinesia tardia em humanos. Nao obstante, enquanto a caracterizacao fenomenologica/temporal e farmacologica/mecanicistica do modelo ainda e incipiente, sua confrontacao com os preconizados fatores de risco da doenca e...(au)
Palavra-chave Discinesia induzida por medicamentos
Reserpina
Dopamina
Estresse oxidativo
Modelos animais
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 190 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 190 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18507

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta