Valor da microalbuminuria para o rastreamento de pre-eclampsia em gestantes diabeticas

Valor da microalbuminuria para o rastreamento de pre-eclampsia em gestantes diabeticas

Título alternativo The use of random urine samples for microalbuminuria to screen for pre-eclampsia in diabetic pregnancies
Autor Sanchez, Victor Hugo Saucedo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: A incidencia de Pre-eclampsia em gestantes diabeticas e superior a observada em gravidas nao diabeticas. As sindromes hipertensivas persistem como a principal causa de mortalidade materna no Brasil, ensejando a busca de novos metodos para o rastramento de pre-eclampsia em pacientes de risco. O objetivo do presente estudo e avaliar o desempenho da dosagem de microalbuminuria como um metodo para rastreamento de pre-eclampsia em 45 gestantes diabeticas acompanhadas na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) em periodo de dois anos. Metodos: Estudo prospectivo de 45 gestantes diabeticas nas quais foi dosada a microalbuminuria em tres periodos distintos da gestacao: na primeira consulta antes da 18 semanas, entre 18 e 24 semanas e a terceira entre 32 e 36 semanas de gestacao. Todas as pacientes realizaram o pre-natal do Centro de Diabetes da UNIFESP e o parto no Hospital São Paulo, entre Janeiro de 2000 e dezembro de 2001. O DCA 2000, ensaio de microalbuminuria/creatinina e um metodo quantitativo para medir baixas concentracoes de albumina, creatinina e a relacao albumina/creatinina na urina. De acordo com os padroes do laboratorio, uma relacao de albumina/creatinina> 16 mg/g(1.8 mg/mmol) indica dano renal incipiente e risco para pre-eclampsia. A sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo (VPP) e valor preditivo negativo (VPN) da relacao albumina /creatinina foram determinados para predizer a ocorrencia ou ausencia de pre-eclampsia, diagnosticados com criterios clinicos. Sensibilidade esta definida como a percentagem de pacientes com pre-eclampsia com a relacao albumina/creatinina >16mg/g e especificidade como a percentagem de pacientes saudaveis com o resultado da relacao < 16mg/g. Resultados: Entre as 45 gestantes estudadas observamos que a media de idade foi de 30,4 anos, e que 49 por cento destas apresentavam Diabetes do tipo li, 24 por cento Diabetes do Tipo I e 27 por cento Diabetes Gestacional. A taxa de cesariana foi de 77 por cento e que 95 por cento dos recem-nascidos receberam escore de Apgar superior a 7 no 5º minuto de vida pos-natal. Do total de pacientes, 17 por cento dos casos (8 gestantes) apresentaram pre-eclampsia. A sensibilidade da relacao de albumina/creatinina foi crescente de 12,5 por cento com 18 semanas para 25 por cento entre 18 e 24 semanas e 87 por cento apos a 32a semana. Em contraste, a especificidade teve valor decrescente de 97 por cento para 89 por cento e 83 por cento, respectivamente...(au)
Palavra-chave Feminino
Gravidez
Diabetes Mellitus
Pré-Eclâmpsia
Albuminúria/etiologia
Feminino
Gravidez
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 80 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18484

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta