Celulas B-1: expressao de integrinas e interacao com matriz extracelular e celulas de melanoma

Celulas B-1: expressao de integrinas e interacao com matriz extracelular e celulas de melanoma

Título alternativo B-1 Cells: integrin expression and interaction with the extracelular matrix and melanoma cells
Autor Ribeiro, Carolina Hager Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo As integrinas sao uma familia de glicoproteinas de membrana celular que atuam como ligantes para componentes da matriz extracelular e moleculas de membrana citoplasmatica, mediando, desse modo, interacoes celula-matriz e celula-celula. Atualmente existem 25 receptores do tipo integrina descritos, os quais sao formados por uma subunidade a nao-covalentemente associada a uma subunidade b. 0 sitio de reconhecimento para muitas das integrinas que se ligam a matriz e o tripeptideo Arg-GlyAsp (RGD). As celulas B-1 sao uma subpopulacao de linfocitos B localizada principalmente nas cavidades peritoneal e pleural. Essas celulas sao capazes de migrar da cavidade peritoneal para sitio inflamatorio nao-especifico. Recentemente observou-se que as celulas B-1 podem modular o crescimento e potencial metastatico de celulas de melanoma murino. Este trabalho visou investigar a expressao de subunidades de integrinas em celulas B-1 peritoneais de camundongos normais da linhagem A/J. Interacoes in vitro entre essas celulas e as proteinas de matriz fibronectina (FN), laminina (LN) e colageno tipo 1 (COL), assim como o efeito inibitorio do peptideo RGD sobre a adesao das celulas B-1 a matriz, tambem foram examinados. Adicionalmente, foi investigado o perfil de expressao de integrinas em celulas B-1 co-cultivadas com celulas de melanoma murino in vitro. A analise por citometria de fluxo revelou que as celulas B-1 expressam as subunidades a6, am e b1, e em niveis baixos as subunidades a5, av e b3. Ensaios de adesao demonstraram que essas celulas sao capazes de aderir a FN, LN e COL, embora nao apresentem aumento da expressao de integrinas ou alteracoes no padrao de adesao a matriz sob estimulo com PMA ou LPS. A adesao das celulas a matriz nao foi inibida pelo tratamento com RGD. 0 contato entre celulas B-1 e celulas de melanoma murino in vitro resultou em aumento da expressao, por aquelas, das subunidades a5, av e b1 e diminuicao da expressao de as. Alem disso, foi observado que os linfocitos B-1 de animais inoculados intraperitonealmente com celulas de melanoma apresentam maior capacidade de adesao a laminina e ao colageno. Estes resultados...(au)
Palavra-chave Integrinas
Linfócitos B
Matriz Extracelular
Melanoma
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 97 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18478

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta