Biologia da infeccao de macrofagos em cultura por Caxiella burnetti Fase II

Biologia da infeccao de macrofagos em cultura por Caxiella burnetti Fase II

Título alternativo Infection of cultivated macrophages with Coxiella burnetii Phase II
Autor Zamboni, Dario Simoes Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este trabalho aborda aspectos da biologia da infeccao de macrofagos murinos eme cultura pela bacteria Coxiella burnetii de fase II. Agente da febre Q em humanos, C. burnetii e urna bacteria Gram negativa intracelular obrigatoria que sobrevive e se multiplica em grandes vacuolos altamente fusogenicos com caracteristicas semelhantes as dos' lisossomas. Para caracterizar quantitativamente a infeccao, desenvolvemos uma metodologia baseada na quantificacao da fluorescencia bacteriana presente em imagens digitais das, celulas infectadas, adquiridas por microscopia confocal. Essa metodologia permitiu demonstrar que macrofagos primarios de camundongos sao menos susceptiveis a infeccao quando comparados a fibroblastos da mesma especie. Os' macrofagos sao capazes de controlar tanto a formacao dos vacuolos parasitoforos quanto a, multiplicacao bacteriana no interior dos vacuolos. O tempo minimo de dobramento bacteriano foi estimado em 20 horas nos fibroblastos e em cerca de 70 horas nos macrofagos. Macrofagos produzem uma variedade de' moleculas microbicidas e/ou microbistaticas. Nossas experiencias demonstraram que a bacteria C. burnetii de fase II induz a producao de NO por macrofagos primarios, o que sugere que NO poderia estar' relacionado com o controle da infeccao. De fato, a infeccao das celulas foi,' respectivamente, reduzida e aumentada em presenca de moleculas geradoras de NO ou dei inibidoras da sintese de NO. A participacao de NO no controle da infeccao foi confirmada' pela utilizacao de macrofagos de animais nocautes para o gene da NO sintase indutivel...(au)
Palavra-chave Bactérias
Infecção
Macrófagos
Óxido Nítrico
Coxiella burnetii
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 167 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 167 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18431

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta