Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo

Consumo de suplementos por alunos de academias de ginástica em São Paulo

Título alternativo Supplement consumption among fitness center users in São Paulo, Brazil
Autor Pereira, Raquel Franzini Google Scholar
Lajolo, Franco Maria Google Scholar
Hirschbruch, Marcia Daskal Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The increase in the number of fitness centers in the city of São Paulo, together with the increase in the offering of different supplements, has raised interest in the study of the consumption of supplements among fitness center users. The consumption of supplements by the general public has not been well quantified yet, and little information has been published about this subject. The arrival of new supplements in the market place has been faster than the creation of regulations and the accomplishment of researches proving their effects and determining the safety for their long-term use. In a sample of 309 users from seven fitness centers in São Paulo in 1999, 74 (23.9%) used at least one type of supplement, 77,0% of whom were male and 23,0% were female. The most consumed supplements were amino acids or other proteic products (38.9%), and the daily intake was the most mentioned consumption frequency (90.3%). The correlation between money expenditure with supplement and individual income was 27.5% (p = 0.0483; n = 52), and the expenses were greater among men; the correlation with family income was 36.1% (p = 0.0137; n = 46) and with Body Mass Index it was to 17.1% (p = 0.1564; n = 70). The conclusion was that the consumption of supplements is significant in the evaluated group, showing the need for more studies about the consumption of these products and their effects, focusing on nutrition education approaches in order to increase the level of information about them and to guarantee the safety of their use.

O aumento do número de academias de ginástica na cidade de São Paulo, em conjunto com o aumento da oferta de diferentes suplementos no mercado, despertou interesse para o estudo do consumo de suplementos entre seus alunos. O uso de suplementos pelo público em geral não é bem quantificado e pouca informação sobre este assunto está publicada na literatura. O seu aparecimento no mercado tem sido mais rápido do que a elaboração de regulamentações e a realização de pesquisas científicas que comprovem seus efeitos na saúde dos consumidores e determinem a segurança de seu uso a longo prazo. Em uma amostra de 309 freqüentadores de sete academias de ginástica de São Paulo em 1999, 74 (23,9%) consumiam algum tipo de suplemento, dos quais 77,0% eram do sexo masculino e 23,0% do sexo feminino. Os suplementos mais consumidos foram aminoácidos ou outros concentrados protéicos (38,9%) e o consumo maior foi o diário (90,3%). A correlação entre gasto com suplemento e renda individual foi de 27,5% (p = 0,0483; n=52), sendo o gasto com suplementos maior entre homens do que entre mulheres; a correlação com renda familiar foi de 36,1% (p = 0,0137; n = 46) e com Índice de Massa Corporal foi de 17,1% (p = 0,1564; n = 70). Conclui-se que o uso de suplementos é significante no grupo analisado, ficando clara a necessidade de novos estudos sobre o consumo desses produtos e seus efeitos, enfocando aspectos de educação nutricional do consumidor de suplementos para aumentar o nível de informação sobre os mesmos e garantir segurança na sua utilização.
Palavra-chave sports nutrition
amino acids
dietary supplements
fitness centers
nutrition education
nutrição esportiva
aminoácidos
suplementos dietéticos
academias de ginástica
educação nutricional
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2003-09-01
Publicado em Revista de Nutrição. Pontifícia Universidade Católica de Campinas, v. 16, n. 3, p. 265-272, 2003.
ISSN 1415-5273 (Sherpa/Romeo)
Publicador Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Extensão 265-272
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1415-52732003000300004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1415-52732003000300004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1843

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1415-52732003000300004.pdf
Tamanho: 56.59KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta