Transferencia placentaria de anticorpos ao Streptococcus pneumoniae em gestantes imunizadas, segundo o estado nutricional

Transferencia placentaria de anticorpos ao Streptococcus pneumoniae em gestantes imunizadas, segundo o estado nutricional

Título alternativo Placental transfer of antibodies to streptococcus pneumoniae in immunized pregnant, according to nutritional state
Autor Pedreira, Ana Rosa Garcia Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Estudar o transporte transplacentario de IgG ao Streptococcus pneumoniae (sorotipos 1, 3, 5, 613, 9V e 14) em gestantes imunizadas com vacina polissacaridica 23-valente. Metodos: Estudamos 20 pares de maes nutridas e desnutridas com seus respectivos recem-nascidos. As concentracoes de IgG especifica ao pneumococo foram determinados pela tecnica de ELISA. O criterio considerado como producao de Anticorpos adequada a cada sorotipo foi: pos-vacinai > 1,3gg/ml elou incrementos (pos/pre) > 4 vezes. Resultados: A analise estatistica comparativa das concentracoes pre-vacinais de IgG especifica para cada sorotipos (1, 3, 5, 6V, 913 e 14) testados entre os grupos, revelou valores com significancia aos sorotipos PS1 e PS5 (p< 0,005), verificou-se que as concentracoes foram maiores nos grupos das maes desnutridas. Houve um aumento das medias geometricas das concentracoes pos-vacinais, para todos os sorotipos testados dentro de cada grupo, predominando nos grupos das desnutridas. A resposta ao sorotipo PS3 foi menor, e maior frequencia de resposta ao sorotipo PS14 nos dois grupos, embora nao seja estatisticamente significante. Os niveis destes Acs especificos foram inferiores nos RNs do que aqueles detectados nas suas maes. Estes niveis de Acs nos RNs foram significativamente influenciados pela concentracao materna de Acs ao PS1, PS6 e PS9 (p< 0,05). Correlacao foi positiva e significativa (0,6 < ( r 1 < 1) entre os titulos de Acs maternos e RN no grupo das maes nutridas e foi detectado uma correlacao negativa ao sorotipo PS14 e PS5 nos grupos das desnutridas. O maior incremento na concentracao de anticorpos nas amostras pos, em relacao as pre-vacinais foi observado no grupo das maes desnutridas (p< 0,005) para os PS1, PS9V. Segundo o criterio de concentracao de IgG ? 1,3 gg/ml verificou-se diferenca na percentagem da concentracao de IgG entre os RNs aos sorotipos PS1, PS3, PS5, PS6B e PS9V (p< 0,005) de 1,3 gg/ml nos grupos das desnutridas. Conclusoes: Concluimos que, a vacina polissacaridica antipneumococica 23-valente induziu producao de IgG a todos os sorotipos (PS) do pneumococo nos dois grupos. resultando em passagem transplacentaria destes anticorpos para os RNs com provavel protecao proporcionando titulos mais altos no nascimento. O estado nutricional nao interferiu na passagem destes anticorpos
Palavra-chave Humanos
Feminino
Gravidez
Streptococcus pneumoniae/imunologia
Polissacarídeos
Vacinas Pneumocócicas
Humanos
Feminino
Gravidez
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 119 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 119 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18414

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta