A ulceracao aftosa recorrente analisada por microarray de cDNA tem expressao genica de resposta imune do tipo Th1

A ulceracao aftosa recorrente analisada por microarray de cDNA tem expressao genica de resposta imune do tipo Th1

Título alternativo The recurrent aphtous ulceration analyzed by cDNA microarray has a Th1 gene expression profile
Autor Borra, Ricardo Carneiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Identificar o padrao de expressao genica da Ulceracao Aftosa Recorrente e classificar o tipo da resposta imune T-Helper a partir da comparacao da expressao genica da -doenca com controle normal, usando a tecnica de microarray de cDNA. Metodos: Vinte e nove pacientes portadores de ulceracao aftosa recorrente (Grupo Teste), com pelo menos uma crise a cada quinze dias, foram submetidos, na fase aguda da doenca, a biopsia da lesao ulcerada. Onze voluntarios saudaveis (Grupo Controle), livres da doenca, foram submetidos a biopsia de mucosa clinicamente normal. O RNA total das amostras foi isolado e dois pools de RNAs, representado os Grupos, foram formados, usando-se quantidades iguais do RNA de cada amostra. A sonda radioativa de cDNA foi preparada a partir de 17 gg do RNA total atraves da reacao de transcricao reversa. As sondas foram hibridadas com as membranas de microarray em duplicata. As imagens dos microarrays hibridados foram obtidas por varredura realizada em scaner a laser. Os alvos de cDNAs, marcados nas membranas, foram localizados e quantificados usando-se sofiware especifico. As normalizacoes dos pares de membranas foram executadas atraves do modelo linear de ajuste local, baseado no metodo de suavizacao conhecido como Lowess. Os genes foram considerados diferencialmente expressos quando o valor da media da diferenca de expressao das membranas, entre Teste e Controle, era maior do 2x e, o valor da media de expressao genita era maior do que o nivel do gene controle negativo da membrana. Para analisar o padrao da resposta imune, foram selecionados, no microarray, genes associados com atividades Th1 (n=36) ou Th2 (n=19) e, as medias da diferenca de expressao desses genes foram comparadas com a dos genes constitutivos (N=13). Resultados: Foram identificados vinte e um genes hiper-expressos e vinte Kipoexpressos no Grupo Teste. O nivel medio de expressao dos genes Th1 no Grupo Teste foi maior (p<0,05) do que no Grupo Controle. Por outro lado, a media dos genes Th2 foi a mesma nos dois Grupos. Conclusoes: O microarray de cDNA permitiu a identificacao dos padroes genitos da Ulceracao Aftosa Recorrente e da mucosa controle e possibilitou classificar a Ulceracao Aftosa Recorrente como doenca Th1
Palavra-chave Expressão Gênica
Estomatite Aftosa
Células Th1
Análise de Sequência com Séries de Oligonucleotídeos
Idioma Português
Data de publicação 2003
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2003. 84 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 84 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18376

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta