tratamento precoce da mielomeningocele: sua influencia sobre as complicacoes infecciosas

tratamento precoce da mielomeningocele: sua influencia sobre as complicacoes infecciosas

Título alternativo Early treatment for myelomeningocele: avoiding infectius post operative complications
Autor Prates, Marcello Americano Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos Propora a', validacao) de, um protocolo para correcao da mielomeningocele Metodos: Foram estudados 100 pacientes portadores de mielomeningocele no Hospital e Maternidade Santa Joana (SP), sendo 56 (56 por cento; do sexo feminino e 44 (44 por cento) do masculino, tratados por um mesmo protocolo, que foi dividido em tres periodos] pre-natal, obstetrico e neurocirurgico No periodo pre-natal os pais receberam orientacao sobre a doenca e o neurocirurgiac estabeleceu o momento do parto e determinou a marcacao da cesarea para c primeiro horarios No obstetrico, o neurocirurgiao teve participacao ativa na cesarea, protegendo a malformacao realizando um curativo esteril. Introduziu-se o antibiotico e a cirurgia para correcao foi marcada. No neurocirurgico, a cirurgia fo realizada nas primeiras seis horas de vida, procedendo-se o fechamento da duramater em barra grega, e, no pos-operatorio, a crianca foi mantida com curativo, antibiotico e em Trendelenburg por 48 horas. No terceiro dia pos-operatorio foi realizado ultra-som de fonticulo anterior e realizada a colocacao de derivacao ventriculo-peritoneal quando o indice ventricular foi superior a 0,50. A colocacao da valvula seguiu o protocolo CHOUX et ai. (1992) com algumas modificacoes, utilizando-se valvula de baixa pressao e perfil) Resultados; 0 neurocirurgiao esteve presente em 75 por cento dos partos,sendo que 93 por cento utilizaram antibiotico apos o nascimento e todos os pacientes foram operados nas primeira seis horas de vida Houve 80 por cento de hidrocefalia, 1 por cento de infeccao e 3 por cento de mortalidade. Conclusoes: C protocolo ora utilizado para o tratamento da mielomeningocele mostrou-se valido na diminuicao de complicacoes infecciosas e a abordagem intra-utero desta malformacao poderia ser iniciada em nosso pais
Palavra-chave Meningomielocele
Infecção
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 72 p. ilustab.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 72 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18328

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta