Epidemiologia das infecções causadas por Pseudomonas aeroginosa multi-resistente em pacientes internados em um hospital universitário

Epidemiologia das infecções causadas por Pseudomonas aeroginosa multi-resistente em pacientes internados em um hospital universitário

Título alternativo Epidemiology of multdrug resistant Pseudomonas aeroginosa infections in patients admitted to a university hospital
Autor Marino, Cristiane Grande Jimenez Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Medeiros, Eduardo Alexandrino Servolo de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: (1) Caracterizar o perfil epidemiologico e clinico de pacientes com conjuntivite alergica atendidos em servico de referencia; (2) caracterizar sintomas, sinais clinicos e complicacoes da doenca; (3) inferir o impacto desta condicao nos pacientes e (4) avaliar a eficacia do tratamento na populacao estudada. Metodos: Foram estudados, de forma prospectiva, 207 casos de conjuntivite alergica, classificados em conjuntivite alergica perene, ceratoconjuntivite primaveril, ceratoconjuntivite atopica e conjuntivite alergica sazonal. Foram avaliados dentro de cada grupo idade, cor, sexo, tempo de evolucao, alergia extra-ocular, alergia na familia e presenca e gravidade de sintomas e sinais especificos. Era iniciado tratamento com estabilizador de membrana de mastocito associado a corticoterapia, a depender do quadro clinico. A resposta ao tratamento era avaliada pela recidiva dos sinais e sintomas apos suspensao da corticoterapia. Resultados: No total de pacientes estudados predominou o sexo masculino (63,3 por cento) e a cor parda (63,3 por cento), com media de idade de 11,9 f 7,3 anos. Nenhum teve diagnostico de conjuntivite alergica sazonal e em 10,1 por cento dos casos nao foi possivel definir o diagnostico. O prurido foi o sintoma mais prevalente. Houve correlacao positiva entre gravidade dos sinais e: historia de alergia na familia na ceratoconjuntivite primaveril e sexo masculino na ceratoconjuntivite atopica; tambem houve correlacao positiva entre gravidade dos sintomas e: alergia extra-ocular na ceratoconjuntivite atopica e sexo feminino na conjuntivite alergica perene. A presenca de sintomas interferiu nas atividades diarias de ate 45 por cento dos pacientes com ceratoconjuntivite atopica e 55 por cento dos com ceratoconjuntivite primaveril. Pacientes que necessitaram de corticoterapia topica...(au)
Palavra-chave Infecção hospitalar
Pseudomonas aeruginosa
Fatores de risco
Prognóstico
Coeficiente de mortalidade
Idioma Português
Data de publicação 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 141 p. tabgraf.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 141 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18303

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta