Sugestões para o uso do mini-exame do estado mental no Brasil

Sugestões para o uso do mini-exame do estado mental no Brasil

Título alternativo Suggestions for utilization of the mini-mental state examination in Brazil
Autor Brucki, Sonia M.d. Google Scholar
Nitrini, Ricardo Google Scholar
Caramelli, Paulo Google Scholar
Bertolucci, Paulo Henrique Ferreira Autor UNIFESP Google Scholar
Okamoto, Ivan H. Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Hospital Santa Marcelina Serviço de Neurologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Mini-metal state examination (MMSE) is a screening test to detect cognitive impairment. The objectives of the present study are to describe some adaptations for use of MMSE in Brazil and to propose rules for its uniform application. METHOD: We evaluated 433 healthy subjects using the MMSE and verified the possible influence of demographic variables on total scores. RESULTS: Educational level was the main factor that influenced performance, demonstrated by ANOVA: F(4,425) = 100.45, p<0.0001. The median values for educational groups were: 20 for illiterates; 25 for 1 to 4 yrs; 26.5 for 5 to 8 yrs; 28 for 9 to 11 yrs and 29 for higher levels. CONCLUSION: The MMSE is an excellent screening instrument and definitive rules are necessary for comparison purposes.

Modificações no mini-exame do estado mental (MEM) foram sugeridas anteriormente em nosso meio. Neste artigo relatamos sugestões para aplicação uniforme deste instrumento. MÉTODO: Avaliamos 433 indivíduos saudáveis sem queixas de memória através do MEM tendo seu desempenho sido avaliado quanto às variáveis demográficas. As modificações propostas foram detalhadamente descritas. RESULTADOS: A escolaridade foi o principal fator que influenciou o desempenho dos indivíduos. Na análise de variância entre os grupos de escolaridade obtivemos F(4,425)=100,45, p<0,0001. Os escores medianos por escolaridade foram: para analfabetos, 20; para idade de 1 a 4 anos, 25; de 5 a 8 anos, 26,5; de 9 a 11 anos, 28; para indivíduos com escolaridade superior a 11 anos, 29. CONCLUSÃO: Sugerimos o uso desta versão para uniformização dos resultados em nosso meio. Sua aplicabilidade revelou-se boa para ambientes hospitalar, ambulatorial e para estudo populacionais.
Palavra-chave screening tests
mini-mental state examination
education
hospital evaluation
mini-exame do estado mental
testes de rastreio
educação
ambiente domiciliar
ambiente hospitalar
Idioma Português
Data de publicação 2003-09-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 61, n. 3B, p. 777-781, 2003.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Publicador Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 777-781
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2003000500014
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X2003000500014 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1830

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-282X2003000500014.pdf
Tamanho: 63.60KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta