Efeitos da associacao estro-androgenica sobre a qualidade de vida e a sexualidade no climaterio

Efeitos da associacao estro-androgenica sobre a qualidade de vida e a sexualidade no climaterio

Título alternativo Effects of the estrogen-androgen combination on the life quality and the sexuality in the climaterium
Autor Mameri Filho, Justino Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o intuito de avaliar a melhora na qualidade de vida e na sexualidade com a associacao de androgenios aos esquemas de reposicao hormonal, compararam-se os resultados da estrogenioterapia isolada e da associacao estrogenio-androgenio. O metodo utilizado para coleta dos dados foi a entrevista, e como principal instrumento da pesquisa contou-se com o Questionario de Saúde da Mulher (QSM), ja validado para aplicacao em mulheres brasileiras em 1998. Utilizouse tambem um questionario simplificado sobre sexualidade. Incluiram-se pacientes com falencia ovariana clinicamente diagnosticada, apresentando amenorreia ou disturbios menstruais perimenopausais e sintomas vasomotores importantes (indice menopausal de Kupperman moderado ou acentuado) e com niveis elevados de FSH (acima de 40 mUl/ml). Estudaram-se tres grupos de 38 pacientes, sendo que o Grupo A recebeu placebo, o Grupo B estrogenios conjugados equinos na dose de 0,625mg/dia e, o Grupo C, a associacao de estrogenios conjugados equinos 0,625mg/dia e meti ltestosterona 2,5mg/dia. Todas as pacientes responderam ao QSM e ao questionario sobre sexualidade antes e apos tres meses de tratamento. Os resultados obtidos demonstraram que os tres tratamentos proporcionaram melhora na qualidade de vida. As pacientes do Grupo A (placebo) apresentaram discreta melhora. As do Grupo B (estrogenioterapia isolada) e Grupo C (associacao estrogenio-androgenio) exibiram melhora na qualidade de vida e na sexualidade significativamente superior ao grupo placebo. Comparando os grupos que receberam tratamento hormonal (Grupos B e C), observamos que a associacao estrogenio-androgenio proporcionou melhora significante na qualidade de vida e na sexualidade em relacao a estrogenioterapia isolada. As questoes do QSM relacionadas a depressao, ao humor, a atividade fisica e a sexualidade foram as que melhor responderam a terapeutica com associacao estrogenio-androgenio
Assunto Climatério
Qualidade de Vida
Sexualidade
Terapia de Reposição Hormonal
Androgênios
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 88 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 88 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18299

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)